Mais
×

Como ser uma esposa de oficial da marinha

Atualizado em 21 fevereiro, 2017

Como uma esposa de militar da marinha, você enfrenta alguns desafios e estresses incomuns. Desacompanhada por longos períodos de tempo, você deve aprender a ser independente e lidar com a vida sozinha. Siga estes passos para lidar com a experiência de ser uma mulher de um oficial da marinha.

Instruções

Ser esposa de um oficial da marinha pode ser difícil (Getty Images/Digital Vision/Getty Images)
  1. Esteja preparada para a transferência. Famílias de marinheiros se mudam frequentemente a cada dois anos e a mudança constante pode se tornar um peso. Você pode até mesmo ter que deixar o país e enfrentar um país e cultura totalmente diferentes. Quanto mais se preparar para estas mudanças, melhor vai lidar com elas.

  2. Encontre fontes de apoio que não seja do seu cônjuge. Há muitos grupos de apoio específicos para esposas de militares. Conversar com mulheres que estão enfrentando as mesmas situações e estresses pode ser útil.

  3. Viva a sua vida, mesmo quando o seu marido é convocado. Este pode ser um período solitário e deprimente para esposas de militares. Ele também pode ser esmagador, porque você é a única a assumir as responsabilidades da família. Cuide de si mesma. Exercite-se regularmente. Combata o estresse com ioga, meditação, um diário ou qualquer método que funcione. Arranje um emprego, assista algumas aulas ou comece um novo passatempo.

  4. Mantenha-se em contato com seu cônjuge quando ele estiver no mar. Escreva cartas e e-mails, envie pequenos presentes e monte cestas de higiene. Compartilhe os detalhes de seu dia a dia com seu marido para ajudá-lo a se sentir mais ligado a você e sua família. Informe ao seu cônjuge quanto você o ama e sente falta dele.

  5. Esteja pronta para mudar sua rotina uma vez que seu esposo chegar em casa. Depois de meses tomando todas as decisões sozinha, você tem que se tornar parte de uma equipe de novo. Vá devagar e vocês dois vão se adaptar.

Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article