Saúde

Estágios finais da AIDS e HIV

Escrito por erik steel | Traduzido por mariana dsp
Estágios finais da AIDS e HIV

Os antirretrovirais podem causar algumas condições

Jupiterimages/Pixland/Getty Images

Quarto estágio da doença do HIV

A AIDS é o quarto estágio e também o final do HIV. Este enfraquece o sistema imunológico, atacando as células brancas, chamadas de linfócitos, em especial, as células CD4-T. A AIDS é diagnosticada quando essas células caem para abaixo de 200 por mililitro cúbico de sangue, o que significa que o sistema imunológico está muito danificado. O tratamento para o HIV pode ser iniciado antes disso, desde que a infecção tenha sido detectada e possa ser feito um teste para os níveis de CD4-T. O Departamento de Saúde e Serviços à Sociedade (DHHS, sigla em inglês) recomenda que o tratamento com antirretrovirais seja começado quando a contagem de CD4-T caia para menos de 350 por mililitro cúbico de sangue. Em países onde esse exame não está disponível, a Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda que o tratamento seja iniciado durante o que ela descreve como o terceiro estágio do HIV (que é um pouco diferente da descrição geral do terceiro estágio, também conhecido como HIV sintomático).

Efeitos

A AIDS é uma síndrome, que é um grupo de condições. No caso do HIV, elas são conhecidas como AIDS e divididas em quatro categorias: infecções oportunistas, debilitação, malignâncias (cânceres) e condições neurológicas. Infecções oportunistas são infecções por bactérias, vírus, fungos e protozoários que não causam doenças em pessoas com um sistema imunológico saudável, mas causam doenças muito mais sérias naquelas com a imunidade comprometida. O sistema imunológico dessas pessoas perde a capacidade de combater essas infecções. Essas doenças incluem sapinho, toxoplasmose, citomegalovírus, pneumonia por Pneumocystis e herpes. Algumas infecções oportunistas respondem ao tratamento com antirretrovirais, mas outras precisam ser tratadas individualmente. A debilitação é uma condição que causa a perda de 10% ou mais do peso corporal, de acordo com o site AIDS.org. Tanto o HIV em si, quanto os antirretrovirais usados no tratamento podem piorar essa condição (através de sintomas como náusea, perda de apetite e vômito). Manter uma dieta saudável pode ajudar a suavizar esses efeitos. Alguns cânceres são relacionados ao HIV, como o sarcoma de Kaposi e linfomas em geral. O primeiro é um câncer que produz lesões roxas e é causado pela infecção oportunista pelo HHV-8, um vírus da herpes. Já os linfomas são cânceres dos linfócitos, células-alvo do HIV. As condições neurológicas da AIDS incluem demência. De acordo com o HIV InSite, essa condição afeta as habilidades motoras e a cognição, além do comportamento. Existe um alto índice de fatalidade relacionado a ela.

Cuidados paliativos

A AIDS leva a condições terminais, o que significa que os cuidados paliativos são parte de como lidar com estágios avançados do HIV. De acordo com o site Avert.ogr, o cuidado oferecido no final da vida inclui controle da dor e de outros sintomas, enquanto se dá suporte ao paciente e à família.

Mais galerias de fotos

Comentários

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2014 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media