O estilo dos vestidos dos anos 40 e 50

Escrito por laura wood | Traduzido por josé geraldo rabello petite
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
O estilo dos vestidos dos anos 40 e 50
Os vestidos da década de 40 tinham silhuetas retas (George Marks/Retrofile/Getty Images)

Os vestidos femininos dos anos 40 e 50 foram fortemente influenciados pelos fatores econômicos e sociais daquela época. A Segunda Guerra Mundial, na década de 40, mudou completamente o papel da mulher, que começou a trabalhar em indústrias, além de cuidar da família e dos assuntos domésticos. Da mesma forma, as mudanças durante o pós-guerra, na década de 50, também causaram adaptações nas roupas, que passaram de peças práticas para roupas glamourosas.

Outras pessoas estão lendo

Vestidos de casa e militares

Durante a década de 40 e os primeiros anos da década de 50, muitas mulheres usavam roupas inspiradas no tema militar, que eram modeladas sob a forma de vestidos de duas peças ou vestidos práticos de uma peça. As ombreiras, abotoamento frontal e cintos lembravam os uniformes militares usados por homens. Para um propósito mais casual e doméstico, foram criados vestidos com vários bolsos, pois as mulheres precisavam pensar em trabalho, nas tarefas domésticas e na educação dos filhos, necessitando de bolsos para carregar diversos itens.

Estilo acinturado

Os vestidos voltaram a apresentar silhuetas mais acinturadas ao final dos anos 40 e inícios dos anos 50. À medida que os soldados voltavam da guerra, as mulheres queriam mostrar suas curvas e cuidar da aparência. A bainha caiu da altura dos joelhos para a panturrilha e a cintura se tornou mais apertada para ressaltar a silhueta. Saias rodadas também eram usadas, criadas com tecido franzido para dar caimento e movimento ao vestido.

Glamour

Nos anos 50, os vestidos incorporaram totalmente as mudanças da sociedade pós-guerra. A moda tinha menos a ver com a guerra e era influenciada pelo glamour de Hollywood. Marilyn Monroe, Elizabeth Taylor e Debbie Reynolds se tornaram ícones de estilo. Os dois principais estilos de vestidos dessa época eram as saias retas (tailleur) e as saias rodadas. Ambas enfatizavam a cintura fina, que davam um ar feminino e glamouroso aos vestidos.

Influência dos estilistas

Os estilistas de moda influenciaram fortemente os vestidos desde o final dos anos 40 e durante toda a década de 50. Christian Dior enfrentou as críticas contra os vestidos com bastante estrutura e tecido. Eles eram vistos como um desperdício em um momento em que o racionamento de tecido ainda era uma realidade. No final dos anos 50, no entanto, as atitudes mudaram e as mulheres já estavam copiando os vestidos desenhados por Dior. Saias retas com cintura baixa, parecidas com aquelas dos anos 20, se tornaram populares. Givenchy produziu um vestido reto, menos acinturado, que começou a mudar a silhueta nos anos 60. Os vestidos trapézio, que possuíam uma forma triangular, e os vestidos longos tiveram sua primeira aparição na década de 60 e mais tarde seriam produzidos em massa.

Tecidos

Havia um racionamento de roupas e materiais durante a década de 40. As mulheres eram encorajadas a fazer suas roupas utilizando materiais encontrados em casa. Por exemplo, fronhas brancas eram transformadas em blusas brancas para vestidos. A linha de costurar era um dos itens não racionados, o que incentivou a população a reparar as roupas. Os vestidos eram feitos de nylon de paraquedas, lã, rendas e algodão. Nos anos 50, mesmo após o final da guerra, tecidos baratos ainda eram utilizados. Nylon, poliéster e tecidos acrílicos eram os mais acessíveis. Ao final desse período, houve a introdução de tecidos luxuosos, como seda, chiffon e tule, que passaram a ser utilizados para vestidos noturnos.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível