Mais
×

Estilos de chapéus femininos dos anos 50

Atualizado em 21 novembro, 2016

Qualquer um que tenha crescido nos anos cinquenta provavelmente se lembrará dos tipos de chapéus que as mulheres usavam naquele tempo. Começando com a coleção "New Look" de Christian Dior, os estilos de chapéus femininos nessa época eram eminentes e luxuosos. Às vezes eram decorados com frutas de plástico, penas de avestruz ou flores artificiais. Nada era brando na moda dos anos cinquenta, e isso incluiu os chapéus femininos.

Havia um número de variações do casquete (George Marks/Retrofile/Getty Images)

O chapéu alado

As designers de chapéus Agnes da Califórnia e Hattie Carnegie tinham cada uma, uma linha que lembrava o chapéu alado do deus Mercúrio, o mensageiro da mitologia grega/romana. Eles vinham decorados com "asas" de penas salientes saindo para fora do chapéu, bem acima das orelhas de quem os usava, com as penas tingidas para combinar com o feltro no qual elas estavam coladas. Nos anos sessenta, os chapéus de Mercúrio não fizeram mais sucesso, mesmo considerados o ápice da alta-costura, não eram nem um pouco atraentes.

O extravagante casquete

O casquete estava na moda no início dos anos cinquenta. Tingido de rosa choque, vermelho sangue ou veludo cor ébano, o chapéu variava de 3 a 15 centímetros em altura. Strass era geralmente usado para decorar sua borda. Às vezes para torná-lo mais formal, um extra era acrescentado, o que na verdade não era nada mais do que um véu redinha sobre o rosto e as orelhas. Esse acessório dava ao casquete uma aparência mais suave e recatada.

Os chapéus de aba larga

Chapéus com aba apareceram na moda no meio dos anos cinquenta e foram popularizados pela realeza britânica, e logo a moda pegou nos Estados Unidos. Essas belezinhas de aba larga eram feitas de palha, e normalmente cobertas com cetim ou tafetá e decoradas com flores artificiais. Os "chapéus-palheta" Panamá, que eram chapéus de aba larga de palha e eram populares no verão. Eram pintados ou deixados com o traçado original exposto. Alguns desses chapéus mediam 60 centímetros de uma aba à outra.

O "chapéu apertado"

O "chapéu apertado" era uma variante do cloche, popularizado nos anos quarenta, que ficava justo e tinha uma aba curta. O "chapéu apertado" ficava justo como o cloche, mas a aba foi bastante reduzida, para 3 centímetros ou menos, era usado caído na testa e dava um olhar fashion e sofisticado a quem o usava.

O chapéu de laço com véu

O chapéu de laço era apenas um laço com um pente anexado para segurá-lo na cabeça. Na frente havia um véu bem costurado de arrastão que geralmente chegava até o queixo. Esses chapéus com véu vinham em todas as cores do arco-íris, e o véu sempre combinava com a cor do laço.

A boina

A boina simples era muito popular nos anos cinquenta, e foi popularizada por Marilyn Monroe no filme de 1953, "Os homens preferem as loiras". A boina dos anos cinquenta era feita de veludo e vinha em muitas cores. Era usada de lado na cabeça, e caía muito bem com os estilos de cabelo macios e enrolados do começo dos anos cinquenta.

Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article