Estilos de currículos para pessoas de mais idade

Escrito por jillian holden | Traduzido por alisson dantas
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Estilos de currículos para pessoas de mais idade
Para os trabalhadores experientes, deixe a experiência falar mais alto em seu currículo (enter-taste image by Herbie from Fotolia.com)

O mercado de trabalho de hoje é difícil. Com uma economia apertada e trabalhadores que vivem mais de 50 anos, os empregos se tornam escassos e pilhas de currículos se formam na mesa dos empregadores. Organizar as habilidades e experiências em um currículo é o primeiro passo para uma entrevista de emprego, por isso ele deve ser perfeito. Não se preocupe, eles são fáceis de fazer e projetar. Aqui estão cinco dicas sobre como começar.

Outras pessoas estão lendo

Mantenha a folha simples

Os idosos tendem chamar a atenção. Uma borda dourada, fundo florido ou nome estampado chama a atenção e muitas vezes atrapalha que o supervisor foque no seu objetivo e habilidades. Utilize um papel branco ou creme, engrossando o título, se você quiser parecer um pouco mais profissional.

Aprenda o estilo da letra

Em currículos, o estilo da letra serve como um marcador indireto de suas habilidades pessoais. O Times New Roman e o Arial são as fontes mais utilizadas, porque elas são fáceis de ler. Mantenha a mesma fonte em todo o seu currículo. Se você quiser dar ênfase em alguma coisa, use negrito, itálico, etc. Não sublinhe e use negrito ao mesmo tempo: fica desagradável para a vista. Lembre-se de manter o seu currículo profissional: desenhos e marcadores de tópicos devem ficar de fora.

Realce seus pontos fortes

Um currículo é feito para anunciar suas habilidades para um empregador. Se você for um trabalhador vivido, com experiência em várias áreas, pense sobre o trabalho que você quer. Qual de suas habilidades se aplica a ele? Não basta listar todos os trabalhos que você já trabalhou para impressionar. Em vez disso, escolha dois ou três que tenham qualificações e competências aplicáveis ao trabalho para o qual você está se candidatando. Eles querem ver como você fez a diferença em uma posição semelhante e conhecer ou pouco sobre sua experiência.

Determine os pontos altos da sua carreira

Os currículos são muitas vezes difíceis de começar. Depois de deixar um emprego, as memórias muitas vezes tornam-se um pouco confusas. Claro, você atendeu aos telefonemas, verificou e-mails agendou reuniões, mas não tinha mais nada? Isso não teria tomado uma jornada de oito horas, e muitas vezes você fica mais do que isso no trabalho. Comece escrevendo um rascunho de suas habilidades. Não comece descritivo, só pense sobre algo ou tudo o que você fez enquanto esteve na equipe. Depois de juntar informações, reescrita com informações descritivas, transformando "atendi ao telefone" para "atendi a múltiplas linhas telefônicas enquanto trabalhava na recepção." Mantenha isso simples ao descrever uma imagem de seus deveres diários.

Mantenha-o breve

Currículos são complicados. Eles são estrategicamente projetados para dar dicas sobre empregos anteriores, mas os empregadores querem que você seja sucinto. Os currículos devem ter uma página e as margens devem estar a não menos do que 1,25 cm (é preferível 2,5 cm). Mantenha a fonte legível de tamanho 12 e tipo Times New Roman ou Arial tamanho 10. Se você perceber que as informações começarem a se desordenar, reavalie suas escolhas. Os seus empregos estão mostrando as mesmas habilidades? Consolide. Você colocou informações irrelevantes – como trabalho voluntário ou prêmios? Reformule e minimize seus trabalhos ou remova o excesso de categorias. Não exclua as referências.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível