×
Loading ...

Estilos de letras no século 19

O século 19 nos Estados Unidos e no Reino Unido foi considerado a era de ouro da caligrafia. Foi durante esse tempo que surgiram novas escritas baseadas no aumento da população com estudos. Na década de 1830, um novo estilo de caligrafia foi introduzido com Platt R. Spencer, que se tornou muito popular, substituindo o estilo de escrita comumente usado, conhecido como cobreagem. Essa caligrafia, chamada de Spencerian, foi um dos estilos mais amplamente ensinados no século 19 e finalmente levou à escrita cursiva que conhecemos hoje em dia.

A pena e a tinta eram utensílios comuns de escrita no século 19 (Brand X Pictures/Brand X Pictures/Getty Images)

No começo do século 19

Antes do século 19, o estilo mais comum usado de caligrafia era chamado de cobreagem. Essa forma de escrita era uma alternativa à caligrafia demorada que antes era comum. Como a velocidade era essencial na Era do Comércio, um estilo de caligrafia que pudesse ser escrito rapidamente e fosse fácil de ser lido era necessário. A cobreagem foi inventada e, embora variasse, era o padrão para documentos do século 16 até o início do século 19. O nome vem do uso de placas de cobre que eram usadas para imprimir livros. Esse estilo era muito popular.

Loading...

Spencerian do século 19

Durante o século 19 mais pessoais se tornaram alfabetizadas e uma forma de escrita legível e rápida era necessária que fosse mais uniforme do que a cobreagem. Spencer criou um estilo que se encaixava nas exigências na década de 1830 e ensinou o estilo em sua escola de caligrafia. A escrita Spencerian foi uma grande mudança nos estilos de caligrafia que eram comuns no século 19. Esse tipo de letra se focava em movimentos naturais da mão, fazendo com que fosse menos cansativo escrever. Ela também era mais delicada e curvada do que a cobreagem, tornando-a mais rápida para se escrever. Em 1850, a Spencerian era o estilo dominante de escrita e era ensinada em todas as escolas nos Estados Unidos.

Escrita do século 19

Embora a Spencerian fosse a escrita mais comum durante o século 19, outros estilos de letras também foram desenvolvidos e usados. A escrita italiana ou "Italiante" era comumente usada por mulheres pois era fácil de ser aprendida e tinha um visual feminino. A letra preta, ou mão alemã, era usada para documentos legais e livros.

Final do século 19

Na década de 1870, quando a máquina de escrever foi introduzida, a caligrafia e as letras começaram a perder sua importância. Não era mais essencial aprender estilos específicos de escrita para se comunicar e profissionais da escrita começaram a diminuir em número. Embora houvesse um ressurgimento no interesse pela caligrafia nessa época pelo artista William Morris, que abriu uma prensa de impressão e chamou a atenção da caligrafia para o mundo da arte, isso não conseguiu diminuir o declínio das letras.

Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...