A estrutura dos computadores analógicos

Escrito por j.t. barett | Traduzido por allan magalhães
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
A estrutura dos computadores analógicos
Os computadores analógicos usam medidores para quantificar os resultados (Medioimages/Photodisc/Photodisc/Getty Images)

O auge dos computadores analógicos ocorreu entre as décadas de 40 e 70. Diferente dos computadores comuns de hoje, que operam através de dados baseados em números binários, os modelos analógicos usam sinais eletrônicos contínuos. Eles simulam fenômenos do mundo real através do processamento de voltagens em vários circuitos elétricos. Assim como em um computador digital, um sistema analógico é programável para que possa executar tarefas diferentes.

Outras pessoas estão lendo

Entrada

Os computadores analógicos trabalham com dados na forma de sinais de voltagem. Alguns deles variam com o tempo. Os parâmetros de entrada para o computador são configurados através de ajustes nos seletores e interruptores. Alguns seletores determinam voltagens estáveis, outros alteram a frequência de voltagens oscilantes. Um computador analógico também pode processar voltagens de fontes externas. Ajustes finos na programação são feitos através de configurações cuidadosas nos seletores, enquanto se observa a saída do computador.

Ligações

Para programar um computador analógico, são feitas ligações entre diferentes módulos de circuitos utilizando cabos. Cada circuito possui um conjunto de conexões de entrada e saída; a saída de um módulo é conectada na entrada de outro. É possível ligar a saída de um circuito a várias entradas de outros; como exemplo, é possível ajustar dois módulos simultaneamente através de um seletor de voltagem, ligando a saída do seletor às entradas de dois módulos. As regras de circuito normalmente impedem a ligação de uma entrada a outra, assim como de uma saída a outra; isso pode danificar os circuitos ou produzir resultados imprevisíveis.

Módulos de circuito

Um computador analógico possui um acervo de módulos de circuito que realizam várias funções matemáticas. Muitos deles contêm amplificadores operacionais que somam, subtraem e multiplicam voltagens. Um circuito de soma, por exemplo, gera uma voltagem de saída que é a soma das voltagens presentes nas suas entradas. Um módulo diferenciador realiza o teste da primeira derivada para determinar a alteração das voltagens nas suas entradas. Circuitos geradores de sinal produzem ondas senoidais, triangulares e contínuas; além de pulsos retangulares individuais.

Saída

Assim como a entrada, a saída de computadores analógicos assume a forma de sinais. Um cientista ou engenheiro interpreta os padrões de sinais produzidos pelos circuitos, determinando a saída com medidores, osciloscópios e registradores gráficos. Os medidores indicam valores estáveis ou mudando lentamente. Os osciloscópios mostram sinais rápidos ou complexos na tela. Os registradores de gráfico imprimem um registro permanente em uma folha contínua de papel.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível