Estrutura masculina e feminina do lírio

Escrito por erin maurer | Traduzido por mariana yonamine
Estrutura masculina e feminina do lírio
Os estamos circundam o pistilo no centro da flor de lírio (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

As flores, como outros organismos na Terra, contêm partes reprodutivas que permitem a propagação da espécie. Algumas delas, como o lírio, são consideradas flores perfeitas pelos botânicos.

O que é uma flor perfeita?

Uma flor perfeita contém órgãos reprodutivos masculinos e femininos no mesmo espécime. Os lírios são um exemplo.

Órgãos reprodutivos masculinos

Os órgãos reprodutivos masculinos de uma flor são conhecidos como filete e antera. A antera é um saco que contém o pólen da flor e fica preso em uma estrutura em forma de fio chamada de filete. Cada lírio contém várias combinações de filete e antera, conhecidos como estames.

Órgãos reprodutivos femininos

Os órgãos reprodutivos femininos estão tipicamente localizados no centro da flor. Eles consistem de estigma, estilete e ovário, que juntos formam o pistilo. O ovário, localizado no fundo do pistilo, contém o óvulo. O estilete é uma haste longa no meio da estrutura do pistilo. Na ponta oposta do estilete fica o estigma, em cima do ovário.

Polinização

Os lírios são fertilizados através de um processo conhecido como polinização. Os grãos de pólen da antera pousam no estigma. O pólen então se funde com o óvulo para completar a fertilização. Geralmente, abelhas e insetos ajudam a mover o pólen da antera para o estigma.

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível