Etapas de um giro na dança

Escrito por kim sarah | Traduzido por ágata erhart
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Etapas de um giro na dança
Fazer uma rotação na dança sem a técnica necessária é um desleixo (Comstock/Comstock/Getty Images)

Girar na dança envolve seguir diversos passos ou etapas. Isso permite que a bailarina mantenha a forma e evite tonturas que podem levar a uma queda. O balé, especialmente, possui um rigoroso conjunto de etapas necessárias para se executar um giro. Passar por todos esses estágios corretamente permite que a bailarina complete um movimento de rotação equilibrado e harmonioso.

Outras pessoas estão lendo

Equilíbrio estático

Equilíbrio estático significa se equilibrar enquanto não estiver em movimento, de acordo com site bailamos-dance.com. Esta etapa acontece antes de um giro e é uma boa maneira de se começá-lo. Antes de qualquer movimento, a bailarina estabelece um forte equilíbrio e conexão com o chão. Isso proporciona uma boa base para o começo da rotação. Se ela estiver sem equilíbrio antes, o equilíbrio vai piorar rapidamente quando a rotação tiver início.

Equilíbrio dinâmico

Equilíbrio dinâmico significa manter o equilíbrio em movimento após o começo do giro, de acordo com o site bailamos-dance.com. Essa etapa ocorre durante toda a rotação. Isso significa que a bailarina mantém seu centro de equilíbrio sem a necessidade de mudar o seu alinhamento vertical. O centro de equilíbrio deve permanecer entre os pés da bailarina. Mantê-lo se torna mais difícil conforme ela fica na ponta dos pés e reduz a sua área de superfície de contato com o chão.

Prevenção de tonturas

Uma bailarina deve trabalhar para evitar tonturas durante um giro. O fluido no ouvido interno da bailarina, chamado de endolinfa, continua se movendo, mesmo depois que se para. Isto pode resultar em tontura. Ele pode ser prevenindo "focando", a etapa de rotação onde a bailarina escolhe um local para manter o foco. Enquanto seu corpo gira, ela mantém seu contato visual com este ponto até que seu corpo esteja completamente virado para que esse ponto seja mantido. Isso é, quando a bailarina vira a cabeça para encontrar esse ponto novamente. Ao reduzir a quantidade de giros da cabeça, a bailarina reduz, assim, a chance de ter tontura.

Velocidade do giro

Essa etapa acontece pouco antes e durante o giro. A velocidade de rotação depende da quantidade de energia colocada nela. Mais poder central significa um giro mais rápido. Durante a rotação, se a bailarina estender os braços, a velocidade de rotação diminui. Se ela traz os braços para perto de seu corpo, a velocidade de rotação aumenta.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível