Como evitar brigas com seu namorado

Escrito por cara murphy | Traduzido por pina bastos
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como evitar brigas com seu namorado
Violência física ou intimidação nunca são aceitáveis (BananaStock/BananaStock/Getty Images)

Os desentendimentos podem ajudar a aproximar duas pessoas, se forem resolvidos de maneira compassiva e no tempo certo. Uma pessoa resolve os desentendimentos ao se comunicar com a outra e finalmente chegar a um acordo. Se os seus desentendimentos se transformarem em brigas que incluam gritaria e ofensas emocionais ou físicas, e ocorrerem frequentemente, há a necessidade de ajuda psicológica profissional. Se não for esse o caso, evite brigas com o namorado administrando os problemas de comportamento, comunicando-se o tempo todo e passando tempo juntos a sós.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Converse com seu namorado em um momento em que os dois estejam calmos e que possam passar algumas horas juntos a sós. Peça-lhe que liste as principais razões pelas quais se aborrece com você. Ouça quieta e não interrompa. Pergunte-lhe, então, o que ele acha que você deveria fazer para evitar esses comportamentos.

  2. 2

    Pergunte ao seu namorado se ele está com vontade de ouvir enquanto você fala. Diga-lhe o que a aborrece nele e o que você gostaria que ele fizesse de maneira diferente. Se ele interromper, lembre-lhe que você o ouviu pacientemente e que está fazendo isso para criar um relacionamento melhor, não para culpar alguém nem para criar um sentimento de culpa em ninguém.

  3. 3

    Faça um pacto com ele para melhorar os aspectos que vocês dois querem mudar. Avalie se essas mudanças estão dentro da razão e não comprometem quem você é nem suas crenças. Reserve um tempo uma vez por semana para que vocês confiram um com o outro se estão cumprindo o pacto. Se estiverem, congratulem-se mutuamente. Se não estiverem, decidam o que pode ser feito de modo diferente.

  4. 4

    Escolham uma frase que os dois possam dizer se estiverem sentindo a chegada de uma briga. Isso pode ser tão simples como: "Eu te amo, mas preciso do meu espaço por uma hora." Concordem que, quando um dos dois disser essa frase, vocês concederão um ao outro pelo menos uma hora para pensar, sozinho. Durante esse tempo, visualizem como podem resolver a briga em potencial antes mesmo de começarem a brigar.

  5. 5

    Reúnam-se após a hora de reflexão e evitem gritar ou falar coisas ofensivas ou que não ajudem. Em vez disso, concentrem-se no que vocês visualizaram. Se não conseguirem chegar a um acordo, terminem a briga concordando em discordar, ou concordando em conversar sobre esse tópico de novo outro dia.

  6. 6

    Recompensem a si mesmos com uma saída para se divertir e comemorar quando passarem uma semana sem uma briga feia. Parabenizem-se por todas as discordâncias que resolverem de maneira respeitosa e madura.

Dicas & Advertências

  • Procurem ajuda profissional imediatamente se as brigas contiverem ofensas emocionais ou físicas. Não briguem onde as crianças possam ouvi-los.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível