Mais
×

Como evitar as doenças comuns que acontecem após cirurgias bariátricas

Atualizado em 21 fevereiro, 2017

Como as cirurgias bariátricas alteram a anatomia do sistema digestório, elas podem fazer com que o corpo reaja de forma diferente à comida e a doenças. Ter certos cuidados após a cirurgia e seguir as recomendações médicas lhe ajudarão a manter-se saudável. Leia as informações a seguir para evitar as doenças comuns que costumam seguir as cirurgias bariátricas.

Instruções

Evitando doenças comuns após cirurgias bariátricas
  1. Mantenha-se ativo, em especial logo após a cirurgia. É importante que você se mexa todos os dias e evite o sedentarismo, para prevenir a formação de coágulos sanguíneos (trombose venosa profunda) nas pernas, que podem vir a causar embolismo pulmonar, uma condição que pode ser fatal.

  2. Tome multivitamínicos todos os dias, além dos suplementos recomendados pelo médico ou nutricionista. Deficiências vitamínicas são problemas comuns após a cirurgia de bypass gástrico, pois os pacientes passam a comer muito menos e, consequentemente, diminuem a ingestão de vitaminas. É importante seguir todas as recomendações referentes à reposição vitamínica e mineral após cirurgias bariátricas, para evitar desnutrição.

  3. Evite a síndrome de dumping, também conhecida por rápido esvaziamento gástrico, comendo devagar. Uma das doenças mais comuns após cirurgias bariátricas, a síndrome de dumping inclui sintomas como náusea, diarreia, vômito, desmaios, sudorese e dor abdominal. Comer devagar não irá evitar completamente os sintomas da síndrome, mas ajudará a diminuir a frequência e gravidade das ocorrências.

  4. Evite a osteoporose tomando suplementos de cálcio. Você não conseguirá ingerir todo o cálcio necessário apenas comendo e bebendo. Isso é particularmente importante para mulheres.

  5. Tome suplementos de ferro para prevenir a anemia. Os sintomas dela incluem fadiga, desmaios, fraqueza, dor de cabeça e extremidades do corpo frias. Ao repor o ferro do qual o corpo precisa, as chances de ter anemia caem.

  6. Não coma demais ou você poderá ter vômitos persistentes. O médico lhe dirá exatamente quanto e quando você deverá comer. Pare de comer quando sentir-se cheio, sensação indicada por uma pressão ou dor no abdômen.

  7. Tome um antiácido para prevenir úlceras. Essas são uma das condições mais comuns após cirurgias bariátricas, mas é possível evitá-las tomando antiácidos nos primeiros meses após a cirurgia.

  8. Procure acompanhamento psicológico. Os transtornos psicológicos que contribuem para comer em excesso não serão curados com a cirurgia. É necessário fazer terapia para garantir que os motivos que levavam a comer muito não farão com que você volte a ter o mesmo estilo de vida de antes da cirurgia.

Dicas

  • Siga as instruções de alimentação para evitar desconfortos gastrointestinais. Você levará um tempo para se familiarizar com aquilo que poderá ou não comer.

Aviso

  • Evite tomar aspirina (a menos que o médico diga o contrário) por pelo menos dois meses após a cirurgia. Ela pode causar sangramentos, o que pode trazer complicações ao local da cirurgia.

O que você precisa

  • Antiácido
  • Vitaminas e suplementos
Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article