Como evitar pedras nos rins através da dieta

Escrito por contributing writer | Traduzido por juliano burke
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como evitar pedras nos rins através da dieta
Rim (Stockbyte/Stockbyte/Getty Images)

Como qualquer um que já teve uma pedra nos rins pode dizer, expelir uma pode ser uma experiência dolorosa. Enrolado em uma posição fetal na cama, você sente uma dor agonizante na parte inferior das costas ou no abdômen, sentindo náuseas ou vontade de vomitar. Se já teve pedra nos rins, e bem provável que tenha de novo. Algumas pessoas podem desenvolver essa condição dolorosa por genética, mas a dieta é também um fator principal, especialmente uma baixa em fibra, potássio, citrato, magnésio e muitas proteínas e sal. Felizmente, você pode reduzir suas chances de desenvolver pedras nos rins seguindo umas orientações dietéticas. É uma boa ideia conversar com seu médico ou nutricionista, pois podem orientar-lhe para limitar algumas coisas em sua dieta e aumentar outras. Há diversos tipos diferentes de pedras nos rins, 70% são pedras de cálcio oxalato e a maioria delas é feita de sais de cálcio. A maioria das sugestões aqui se referem as de cálcio oxalato.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Disciplina dietética.

Lista completaMinimizar

Instruções

    O que limitar em sua dieta

  1. 1

    Quando é dito que a maioria das pedras nos rins consistem de sais de cálcio, você se sentirá tentado em reduzir a ingestão de cálcio. No entanto, isso pode aumentar os riscos de osteoporose. O importante é a moderação e as fontes de cálcio. Certifique-se de consumir quantias normais através da comida, mas fique longe dos suplementos. Um estudo mostra que mulheres que tomam suplementos experimentam um aumento de pedras nos rins em 20%. No entanto, mulheres que consomem quantias ideais de alimentos ricos em cálcio ao invés dos suplementos, experimentam uma redução das pedras em 34%. Portanto, não prive seus ossos de alimentos ricos em cálcio e evite os suplementos se for suscetível à cálculos renais.

  2. 2

    Evite comer alimentos que possuam altos níveis de acido oxálico, pois eles podem contribuir para o oxalato das pedras dos rins. Isso incluí: café, cerveja, nozes, espinafre, beterraba, refrigerantes, cacau, batata doce e chá.

  3. 3

    Evite tomar grandes doses de Vitamina C em forma de suplementos, elas podem aumentar o ácido oxálico na urina, causando pedras nos rins.

  4. 4

    Ingira menos sal. O sal demonstrou estar correlacionado com o aumento de pedras nos rins. Leia os rótulos dos alimentos industriais, que muitas vezes possuem um alto nível de sal. Melhor ainda, cozinhe em casa para controlar o consumo do sal!

  5. 5

    Coma menos carne, já que a proteína dela aumenta os níveis de sal secretados na sua urina, aumentando suas chances de desenvolver pedras nos rins. Um estudo mostrou que em um grupo de indivíduos com alto risco; uma dieta vegetariana baixa em proteína de animais reduziu a frequência de pedra nos rins. Além disso, outro estudo mostrou que simplesmente reduzir a ingestão de cálcio não e nem perto de ser tão efetivo quanto limitar carne ou sal (mais ou menos 51%).

    O que você deve comer e beber mais!

  1. 1

    Coma mais vegetais, legumes, frutas e grãos integrais, especialmente aqueles ricos em magnésio, potássio e citrato. Alimentos ricos em magnésio incluem: kiwi, bananas, morangos, abacate, ervilha, milho, abobrinha, castanha de caju, amêndoas. Alimentos ricos em potássio incluem: bananas, melão, uvas, feijão, batata, couve, cenoura, cogumelos, cebola, couve-flor e aspargos. Alimentos ricos em ácido cítrico incluem: limas, limões e outras frutas cítricas. O seu médico pode também sugerir suplementos de potássio-citrato ou potássio-citrato de magnésio, que reduzem as pedras nos rins.

  2. 2

    Hidrate! Quando você está hidratado, as pequenas pedras nos rins podem passar sem que as perceba ou não se formam tão facilmente. No entanto, quando estiver desidratado, elas não são expelidas de seu corpo com tanta facilidade, e são mais propensas a ficarem presas na sua uretra, resultando em uma dor intensa. Então beba de oito a dez copos de água por dia!

  3. 3

    Melhor ainda, adicione limão na água para um melhor sabor, ou beba limonada feita com um substituto para o açúcar. Limões possuem alto níveis de citrato, os quais reduzem pedras nos rins. Um estudo mostrou que 12 indivíduos em uma '' terapia da limonada'' durante quatro anos tiveram uma redução na frequência de pedra nos rins. É uma solução doce que não requer uma prescrição médica.

    Depois de consultar seu médico, considere essas simples medidas dietéticas para aumentar suas chances de não ter tantas dolorosas pedras nos rins.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível