Como evitar a poeira em estradas de cascalho

Escrito por dale yalanovsky | Traduzido por nair rabelo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como evitar a poeira em estradas de cascalho
Poeira é problema em estradas de cascalho

A prevenção de poeira em estradas de cascalho é um problema tão antigo quanto as próprias estradas. O pó não é apenas uma chateação para a respiração como também para casas, carros e construções, além de dar muito trabalho para limpar.

Na busca por soluções para reduzir a poeira, existem alguns bons e velhos métodos e algumas tentativas mais modernas, que podem funcionar tão bem quanto as formas tradicionais, ou até melhor.

Outras pessoas estão lendo

Água e óleo

Os dois métodos mais comuns são borrifar a estrada com óleo ou com água.

Borrifar água certamente evitará a poeira enquanto a estrada permanecer molhada. Contudo, em dias quentes de verão, manter uma estrada úmida seria uma empreitada que tomaria o dia todo. Um sistema de irrigação teria de ser usado, o que gastaria litros de água e, portanto, não seria a solução mais prática.

Usar óleo é uma proposta mais eficiente. O produto permanece ativo por períodos muito mais longos, possivelmente, até por um verão inteiro. A grande desvantagem são as ramificações ambientais de se espalhar na natureza produtos feitos com base em petróleo. Água de rolamento decorrente de chuvas pode poluir lagos e plantas que crescem nas proximidades, e, em razão dessas questões ambientais, muitas comunidades norte-americanas baniram definitivamente o uso de óleo para esse propósito.

Como evitar a poeira em estradas de cascalho
Água e óleo são soluções tradicionais para o problema da poeira

Sais

Cloreto de cálcio e sulfonato de lignina, ambos sais, quando misturados a água em uma solução de 35% e borrifados nas estradas de cascalho têm se mostrado bastante eficientes para manter a poeira baixa.

Esses sais captam água do ar, mantendo a estrada levemente úmida e, desta forma, mantendo a poeira no chão. Pode ser interessante informar-se na loja local de equipamentos agrícolas sobre preços a viabilidade do uso desses sais.

Pastas de óleo de soja

Um dos subprodutos do óleo de soja é a pasta de óleo de soja, que é um ingrediente comum em sabonetes naturais. A pasta pode ser usada em seu estado líquido e borrifada em rodovias, além de ser um modo ambientalmente correto de evitar a poeira. Cerca de 1 l do óleo cobre, em média, 1 m² de estrada e já foi testado que essa proporção garante a duração do efeito por todo o verão.

A pasta não polui mananciais, caso a chuva cause correntes de água, tampouco é considerada tóxica para plantas ou animais. Ela deve ser borrifada nas estradas em seu estado bruto e nunca deve ser misturada em soluções com água. O ideal é que a temperatura esteja, no mínimo, a 24º C. Temperaturas mais elevadas resultarão em penetração mais rápida e mais profunda.

Como evitar a poeira em estradas de cascalho
Pasta de óleo de soja é opção ecologicamente correta

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível