Por que os exames toxicológicos falham?

Escrito por ralph heibutzki | Traduzido por nehme abdallah
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Por que os exames toxicológicos falham?
Poucos problemas no trabalho são tão polêmicos como os exames de drogas (Image by Flickr.com, courtesy of psyberartist)

Frustrados com o que consideram uma falta de responsabilidade pessoal, empregadores estão contando cada vez mais com exames de drogas para manter seu grupo de trabalho honesto. Entretanto, como críticos fazem questão de lembrar, o exame não é definitivo. Falha em seguir os procedimentos corretos pode resultar em um teste inconclusivo ou erroneamente dar em resultados positivos para drogas ilegais, incluindo heroína ou cocaína. Mesmo que sementes de papoula não tenham sido citadas, a lista de substâncias que pode fazer com que os exames sejam positivos é grande e muito surpreendente.

Outras pessoas estão lendo

Tipos

Nem todos os exames são iguais. Por exemplo, os autores do site www.drugdetection.net [em inglês] apontam que o exame de urina só indica se uma droga foi usada recentemente, mas não indica por quanto tempo ou o tipo de droga utilizada. Os exames de sangue são considerados os mais precisos. Entretanto, o alto custo faz com que os empregadores raramente utilizem-o, de acordo com o site www.erowid.org [em inglês]. Exames de suor - que requerem que se utilize uma espécie de esparadrapo por um longo período de tempo - são o método mais controverso, pois a contaminação da superfície pode resultar em exames falsos.

Importância

Se os procedimentos não forem corretamente seguidos os resultados podem ser furados. Segundo o site drugdetection.net [em inglês], termômetros digitais deveriam ser usados para comprovar os exames de urina numa temperatura entre 35 e 37 graus. A prática atual pela Administração Americana de Abuso de Substâncias e Saúde Mental permite um variância de 32 a 38 graus, fazendo com que seja mais fácil de obter um resultado impreciso. Por razões semelhantes, adesivo colados nas amostras não devem ser utilizados para evitar comprometer o estudo.

Considerações

Manter-se fiel ao limite da detecção é uma parte importante do exame adequado. Isso significa que alguma quantidade específica de drogas pode estar presente, mas mesmo assim ser tida como negativa, diminuindo a chance de falso negativos - ou resultados que são interpretados como negativos quando existem substâncias químicas. A notificação aleatória é igualmente importante, já que o corpo contém cronogramas de limpeza para certas drogas. Um limite de 24 horas é o mais aceitável.

Medicamentos sem prescrição

O uso medicamentos receitados ou até sem prescrição médica pode falsear os exames. Existem mais de 300 exemplos de drogas em ambas as categorias, incluindo anti-gripais, remédios para emagrecer e até mesmo anti-térmicos. Também listados no catálogo estão a maioria dos descongestionantes nasais que dão resultados positivos em exames de anfetamina, e antigripais que contém codeína - também podem dar como positivo para opiáceos. Alguns produtos dentais, como Novocaína, também são conhecidos para dar positivos em resultados para aferir níveis de cocaína.

Por que os exames toxicológicos falham?
Muitas drogas de uso comum podem levar à um falso resultado positivo (Image by Flickr.com, courtesy of Jo Guldi)

Exposição passiva

Preocupações contra errôneos resultados positivos não dizem respeito somente ao corpo. Exposição à fumaça de crack, cocaína ou maconha — que pode ser presenciada em shows ou festas — pode ser absorvida pelo cabelo. Se a exposição for longa o suficiente, os testes de urina também podem apontar como positivos . Isso pode causar falhas em dois testes e a única desculpa será "dizer que foi outra pessoa".

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível