Excesso de rega em roseiras e folhas amarelas

Escrito por christie gross | Traduzido por ricardo castiglioni
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Excesso de rega em roseiras e folhas amarelas
Irrigue as roseiras pela manhã (Photos.com/Photos.com/Getty Images)

Jardineiros domésticos muitas vezes gastam muitas horas cuidando de suas roseiras para garantir flores mais perfeitas. No entanto, há casos em que muito cuidado e manutenção podem fazer mais mal do que bem para essas plantas. Embora as rosas precisem de muita luz solar e água para crescer e se desenvolver, proporcionar-lhes água demais pode causar folhas amareladas e flores murchas. Uma coisa importante para se lembrar no cuidado com as rosas é que o excesso de qualquer coisa -- água, sol ou fertilizante -- pode levar a resultados decepcionantes.

Outras pessoas estão lendo

Escolha do local

Plante as rosas em um local ensolarado, onde estejam protegidas do vento. Elas normalmente precisam de pelo menos seis horas de luz solar direta para crescer e se desenvolver. Rosas preferem solos de argila ricos em nutrientes e que também forneçam boa drenagem. Coloque-as em canteiros elevados, em vez de plantá-las em lugares onde o lençol freático é elevado, para evitar a saturação das raízes. Evite solos com alta concentração de sais alcalinos e produtos químicos que podem restringir o crescimento da raiz.

Necessidades de rega

Em geral, as roseiras precisam de apenas uma quantidade moderada de água, suficiente para fornecer umidade para as raízes. Se você regar em excesso as rosas recém-transplantadas desde o início, elas não vão estabelecer-se plenamente e seu crescimento muitas vezes será prejudicado. Deve ser criada uma bacia de irrigação temporária em torno da planta até que ela estabeleça raízes, cerca de três a quatro semanas após o transplante, e em seguida cobrir a bacia com solo. Uma vez que as raízes tenham se estabelecido, regue com água em torno da planta, ao contrário do caule, para prevenir a rega em excesso. O fornecimento de muita água para as raízes encoraja-as a absorver água mais rapidamente do que a planta precisa e faz com que a folhagem fique amarelada.

Profundidade de penetração da água

Forneça água suficiente para roseiras para que o solo fique úmido cerca de 5 cm abaixo da superfície. 2,5 centímetros de água geralmente são o suficiente para chegar a uma profundidade de 30 cm abaixo da superfície em solos de barro e cerca de 15 cm a 25 cm em solos de argila. Não regue as rosas novamente até que o solo esteja seco e a folhagem comece a enrolar.

Programação de rega

O solo solto e arenoso não retém a água por mais de 10 dias durante a época de crescimento do verão. Ainda assim, não é incomum que as roseiras mostrem sinais de desidratação em períodos curtos, como seis dias, dependendo das condições de temperatura. Solos de barro são ligeiramente melhores para retenção de água do que os arenosos. As rosas plantadas em solo de barro precisam de água a cada 8 a 15 dias em média. No entanto, durante os períodos de seca e ventos fortes, os solos tendem a absorver água mais rapidamente e as rosas podem exigir rega adicional. Teste o solo tocando-o para sentir o ressecamento. O solo seco deve desmanchar-se facilmente na mão.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível