Exemplos de crimes virtuais

Escrito por denise brandenberg | Traduzido por felipe vargas
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Exemplos de crimes virtuais
Computadores são, ocasionalmente, usados como evidência de prova quando um crime virtual é cometido (computer image by Orlando Florin Rosu from Fotolia.com)

Crimes virtuais são atos criminosos que utilizam o computador ou a Internet. Estes tipos de crimes estão predominando na sociedade tecnológica moderna e se tornando cada vez mais sofisticados, resultando em um um maior número de infrações graves cometidas. O Departamento de Justiça dos Estados Unidos os classifica em três tipos: aqueles que usam o computador como uma arma, aqueles que o utilizam como um acessório para o crime e aqueles que fazem do computador um alvo para a execução do crime. A maioria das práticas criminosas são de natureza tradicional e usam o computador ou a Internet para violar a lei.

Outras pessoas estão lendo

Jogo ilegal

Os jogos de azar são ilegais em muitos estados dos Estados Unidos, sendo proibidos, inclusive, na modalidade online a menos que uma pessoa esteja fisicamente localizada em um estado que autoriza tal prática por lei. No entanto, o Internet Skill Game Licensing and Control Act (Licenciamento e Atos de Controle de Jogos de Habilidade na Internet), de 2008, foi introduzido no Congresso americano, declarando que os jogadores podem participar de jogos de habilidade, como o mahjong (uma espécie de quebra-cabeça chinês) e o poker, mas não em jogos que dependam unicamente da sorte. Qualquer menor de 21 anos não poderá, por força de lei, jogar em quaisquer estados. Jogos que envolvam transações monetárias, tais como transferências de contas bancárias e para cartões de crédito são considerados ilegais, deixando os apostadores, por esse motivo, impossibilitados legalmente de recolher os ganhos.

Roubo de identidade

Alguns criminosos utilizam a Internet para invadir contas bancárias online das vítimas, pegando senhas, dinheiro e informações confidenciais, enquanto que outros criam centros virtuais de tráfico de informações pessoais. Tendo em vista que mais e mais pessoas realizam negócios online e usam a Internet para pagar contas, o número de vítimas de identidades furtadas aumentou. Pessoas que usam como senha datas de aniversários, nomes de filhos e de animais de estimação correm mais riscos de terem suas identidades roubadas.

Armazenamento ilegal de informações

Criminosos tradicionais e pedófilos costumam usar a Internet para obter e transferir imagens ilegais, como as de pornografia infantil, pois até mesmo armazenar ou salvar esses tipos de fotos no computador é ilegal. Outros criminosos usam bancos de dados para armazenar informações ilegais, incluindo propriedade intelectual confidencial.

Vírus de computador

Os hackers são os criminosos da era digital, que podem derrubar grandes infra-estruturas a partir de uma única tecla, emitindo vírus de computador, os quais podem ser macros ou binários. Os vírus macros atacam um programa específico, enquanto que os binários acometem dados ou arquivos de programa. Hackear a intranet de uma empresa e instalar vírus nos sistemas de sinais são exemplos desses tipos de crimes. Cidadãos comuns são alvos de vírus ao visitarem sites infectados ou abrirem emails com vírus criptografados, sendo o Trojan (Cavalo de Troia) um dos mais famosos.

Fraude

Na era digital, muitos crimes de fraude são facilmente cometidos contra vítimas inocentes através da adulteração dos fatos. Por exemplo, um funcionário intencionalmente introduz informações falsas no banco de dados ou na intranet de uma empresa, ou ainda, emails falsos, como "O Príncipe Nigeriano", no qual um predador online tenta roubar dinheiro de consumidores por meio do acesso a uma conta bancária compartilhada.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível