Exemplos de dietas cetogênicas de baixo carboidrato

Escrito por mimi honeycutt | Traduzido por joan diaz
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

A cetose, um estado onde o corpo utiliza-se de gordura como energia, entrou na grande mídia como a "dieta de baixo carboidrato". Embora muitos discutam se levar uma vida com poucos carboidratos é saudável, muitas pessoas, de fisioculturistas a mães de família, encontraram os resultados desejados através das dietas cetogênicas.

Outras pessoas estão lendo

Informações

De acordo com o livro "The Ketogenic Diet" do fisiólogo e autor Lyle McDonald, os médicos primeiro usavam dietas cetogênicas para pacientes com epilepsia. Este método apareceu de estudos que mostravam que o paciente sofria de menos ataques quando suas cetonas, produzidas ao queimar as reservas de gordura do corpo, estavam em alta — resultado de uma dieta rica em gorduras e pobre em carboidratos. O fato de o corpo mudar a fonte de energia de carboidratos para gordura interessou primeiro a pessoas como o Dr. Atkins e Jay Robb, que transformaram a dieta em uma revolução na perda de peso.

De acordo com a EveryDiet.com, fisioculturistas também se aproveitavam das dietas que induziam as cetoses como um jeito de reduzir a gordura corporal sem sacrificar a massa magra.

Uma dieta cetogênica real para os epilépticos não contém virtualmente nenhum carboidrato de acordo com um relatório da Epilepsy.com. Hoje, as dietas cetogênicas podem incluir alguns carboidratos para evitar que o corpo perca totalmente sua habilidade de processar carboidratos e restaurar os níveis de glicogênio no sangue.

Dietas cetogênicas comuns

A sociedade conhece melhor a dieta cetogênica pelo nome de Dieta Atkins. Esta dieta, iniciada nos anos 70, encoraja o consumo maior de gorduras e menor de carboidratos. O primeiro estágio da dieta elimina virtualmente todos os carboidratos, forçando a cetose no corpo, e os estágios seguintes reintroduzem os carboidratos, mas em menores quantidades e de maior qualidade (provenientes de feijões, nozes e vegetais) do que a pessoa costumava comer antes. Os críticos da Dieta Atkins dizem que seus altos níveis de gordura levam a problemas cardíacos e renais, e consideram que viver em cetose não é nada saudável.

A versão para fisioculturistas de uma dieta cetogênica mais comum é a Dieta Anabólica, criada pelo Dr. Mauro DiPasquale. A dieta alterna cinco dias de uma razão de macronutrientes de 60% de gordura, 30% de proteínas e não mais do que 25 a 30% de carboidratos com um "reabastecimento" de dois dias de 25% de gorduras, 15% de proteínas e 60% de carboidratos. Estes dias de reabastecimento restauram os níveis de glicogênio, permitindo o bom funcionamento dos órgãos e treinos mais efetivos, assim como um adiamento para a pessoa sob o regime, que pode se cansar de uma dieta que tem os mesmos alimentos todo dia.

Considerações

Nem todos podem se beneficiar de uma dieta cetogênica. De acordo com o profissional de fitness Mehdi, da StrongLifts.com, atletas como jogadores de tênis precisam de muitos carboidratos para que a cetose dê certo. Por outro lado, algumas pessoas simplesmente não têm bom desempenho sob um regime que restringe carboidratos.

McDonald fala em "The Ketogenic Diet" que alguns cientistas acreditam que dietas cetogênicas podem ter efeitos desastrosos nos rins e no fígado se seguidos por longos períodos de tempo. Como dietas cetogênicas são virtualmente sempre ricas em gorduras saturadas, os níveis de colesterol de algumas pessoas irão aumentar.

Reciprocamente, muitas pessoas melhoraram seus níveis de colesterol e triglicerídeos seguindo um regime cetogênico e os cientistas ainda discutem sobre a legitimidade do impacto nos rins e no fígado. Todos os que planejarem seguir uma dieta cetogênica devem discutir isto com seus médicos.

Cardápio de amostra

Café da manhã: Omelete com queijo, azeite de oliva e brócolis

Lanche da manhã: Fatia de queijo

Almoço: Carne de hambúrguer com queijo, maionese e salada

Lanche da tarde: Milkshake de whey protein com óleo de coco

Jantar: Salmão com azeite de oliva e aspargos

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível