Exemplos de fatores dependentes da densidade

Escrito por karyn maier | Traduzido por fabiana silva
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Exemplos de fatores dependentes da densidade
Os fatores dependentes da densidade se intensificam quando o tamanho da população aumenta (Anup Shah/Digital Vision/Getty Images)

Os fatores dependentes da densidade são eventos que afetam um ambiente biológico, os efeitos medidos que são relativos ao tamanho da população pré-existente ou da densidade. Eles diferem dos fatores independentes de densidade, pois estes últimos são precipitados por fatores abióticos não-vivos, como as condições atmosféricas ou as catástrofes naturais que afetam toda a população independentemente do número. Por outro lado, os fatores dependentes são originalmente bióticos, gerados por organismos vivos e que produzem efeitos inversamente proporcionais ao tamanho da população.

Outras pessoas estão lendo

Doenças

O surto de uma doença viral ou bacteriana é um dos melhores exemplos de fatores dependentes de densidade, que estão condicionados à concentração de população em termos de impacto. Em resumo, quanto maior a densidade da população existente, maior será a influência da doença sobre essa população. Isso ocorre porque as populações muito densas têm mais probabilidade de ter habitantes que vivem próximos entre si do que distantes, aumentando ainda mais a possibilidade de infecção de cada entidade viva. Outro fator que ilustra a densidade é a diversidade da população. Um ambiente com muitas espécies diferentes de seres vivos também tem mais probabilidade de ser afetado pela doença devido à coabitação densa.

Predação

A relação entre predador e presa é um excelente exemplo do sistema natural de estabilização da população. Para o predador, a oportunidade de prosperar existe em áreas nas quais a população de presas é maior. Naturalmente, como a fonte de alimento é abundante, ele permanece no ambiente. Ao mesmo tempo, as presas em questão respondem produzindo mais descendentes para restabelecer a população de sua própria espécie. No entanto, uma vez que a maioria dos predadores são susceptíveis de se tornarem a presa de outra espécie, sua população também será afetada. Esse equilíbrio entre a população do predador e da presa ilustra o conceito de como os efeitos dos fatores dependentes de densidade são inversamente proporcionais ao tamanho da população. Quanto mais densa a população, mais lenta a sua taxa de crescimento e vice-versa.

Parasitismo

Os parasitas também produzem um efeito dependente de densidade em uma população. Quanto maior a densidade da população, maior é a oportunidade que os parasitas têm de mudar de um hospedeiro para o outro para garantir sua própria sobrevivência. No entanto, como eles se desenvolvem roubando o alimento de seus hospedeiros, estes últimos estão mais propensos a diminuir em número devido à fome, à reprodução atrasada ou a doenças.

Competição

Há dois exemplos de fatores dependentes de densidade que se encaixam nessa categoria: a competição interespecífica e a intraespecífica. A interespecífica refere-se à concorrência entre as espécies com a finalidade de dominar o mesmo habitat. Os recursos os quais duas ou mais espécies podem competir incluem alimentos e locais adequados para estabelecerem seus ninhos. A intraespecífica refere-se aos membros da mesma espécie competindo por recursos dentro do mesmo ambiente.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível