Exercício de respiração e fala para quem tem Parkinson

Escrito por donna mcfadden | Traduzido por daniel ranieri negri
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Exercício de respiração e fala para quem tem Parkinson
Saiba quais os tratamentos para amenizar o mal de Parkinson (NA/Photos.com/Getty Images)

A doença de Parkinson é doença que altera a vida e debilita uma pessoa, tirando progressivamente a capacidade dela de controlar os movimentos de forma natural. Ela afeta a capacidade da pessoa para se mover à vontade e para executar tarefas simples, como ficar em pé ou manter o equilíbrio. Ele pode afetar a capacidade de um paciente para falar. Há uma série de tratamentos para a doença de Parkinson para diminuir os sintomas, mas não há cura.

Outras pessoas estão lendo

Mal de Parkinson

A doença de Parkinson é um distúrbio do sistema nervoso central que afeta mais de 1,5 milhões de pessoas nos Estados Unidos. À medida que a doença progride, o paciente perde a capacidade para controlar alguns movimentos musculares. Os sintomas da doença incluem rigidez, tremor, diminuição da circulação, e a incapacidade de manter o equilíbrio. Há também muitos sintomas secundários, incluindo a prisão de ventre, dificuldade em engolir, asfixia, pele seca, ansiedade e depressão. A doença geralmente é diagnosticada em indivíduos com mais de 50 anos de idade, embora os indivíduos mais jovens possam desenvolver Parkinson também.

Treinamento de fala

Muitos dos pacientes com Parkinson (60 a 90%) desenvolvem diartria ou outros distúrbios de fala. Eles também podem ter dificuldade em falar em um volume alto o suficiente para as pessoas ouvirem. Muitas vezes, têm problemas com a articulação ou falam em um tom monótono. Sua voz pode desaparecer no final de frases ou eles podem ter problemas com a velocidade da fala. Seu discurso pode ter uma qualidade sussurrada ou cantada.

A terapia da fala ajuda os doentes de Parkinson em muitas maneiras. O objetivo do terapeuta é ajudar os pacientes a melhorar a articulação e o controle do volume de sua voz. Estes objetivos são conseguidos por meio de uma variedade de exercícios. Por exemplo, um exercício ajuda os pacientes a aprender a controlar os movimentos da língua. Outros exercícios estão focados na verbalização. O terapeuta pode recomendar o uso de um computador ou máquina de voz gerado para pacientes com dificuldades graves de fala. O terapeuta também ajudará os membros da família no desenvolvimento de formas não verbais de comunicação, garantindo que o paciente tenha uma maneira de expressar as necessidades quando o discurso verbal não for possível (ver referência 2, pg.5).

Exercícios de respiração

Os exercícios de respiração são benéficos para muitas pessoas que sofrem de mal de Parkinson. O paciente é encorajado a seguir uma rotina regular de exercícios que inclui exercícios de fortalecimento muscular e exercícios de respiração. Os exercícios de respiração podem ser uma parte da terapia da fala.

Os pacientes com Parkinson podem se beneficiar das aulas de exercícios de ioga. Uma razão para isso é o fato de que esta foca na respiração e meditação, que são, sobretudo, benéficos para as pessoas que têm dificuldade com tremores. Muitos dos exercícios são feitos a partir de uma posição sentada, de modo que o paciente com Parkinson não tenha que se preocupar com problemas de equilíbrio.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível