Exercícios Kegle e Biofeedback para bexiga hiperativa

Escrito por david harris | Traduzido por wanderson andrade
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Exercícios Kegle e Biofeedback para bexiga hiperativa
A estrutura anatômica da pelve e da bexiga interferem na continência urinária (Thinkstock/Comstock/Getty Images)

Uma bexiga hiperativa, que muitas vezes resulta em incontinência urinária, é uma condição constrangedora bastante comum. Embora a incontinência urinária possa variar de uma ligeira perda de urina para a perda de todo o conteúdo da bexiga, é uma enfermidade que tem numerosas condições. Duas das opções menos invasivas de tratamento incluem exercícios de Kegel e biofeedback.

Outras pessoas estão lendo

Causas

A bexiga hiperativa é um sintoma que pode ser causado por seus hábitos diários, uma condição física ou uma condição médica subjacente. Em algumas situações, certos alimentos e bebidas podem fazer a bexiga se tornar hiperativa. O consumo de álcool, por exemplo, age como um estimulante para a bexiga e aumenta a freqüência de micção. Outros fatores incluem a hidratação, medicamentos em uso e irritação da bexiga. A incontinência crônica pode ser causada por envelhecimento, problemas de próstata, obstruções e problemas neurológicos.

Kegels

Quando envelhecemos, ocorrem alterações nos músculos da nossa parede pélvica. Quando enfraquecidos, esses músculos podem causar o quadro de bexiga hiperativa. O objetivo dos exercícios de Kegel é fortalecer os músculos e esfíncter urinário. No entanto, caso você se comprometa a fazer os exercícios de Kegel, deverá praticá-los com freqüência para que sejam eficazes. De acordo com a Clínica Mayo, os exercícios de Kegel são feitos apertando firmemente os músculos que você usaria normalmente para estancar o fluxo de urina, contar até três, liberando e depois repetir. Ao praticar o exercício de Kegel, os homens vão sentir seus pênis puxar em direção ao corpo.

Biofeedback

O biofeedback (parecer biológico) é uma solução alternativa que foi projetada para ajudar você a ter um maior controle sobre suas funções corporais. O objetivo do biofeedback é aprender com alguma precisão o que se sente quando os músculos da bexiga estão funcionando corretamente e quando eles não são. Quando você pratica exercícios de Kegel, por exemplo, uma sistema informação produzido pelo mecanismo do biofeedback pode dar impressões e sons que indicam que músculos você está exercitando. Isso pode ajudá-lo a aprender a flexionar os músculos e como você se sente quando você está flexionando-os corretamente. O biofeedback também lhe dá um relatório preciso sobre o tônus de seus músculos do assoalho pélvico. Usando essa informação, seu médico pode encontrar o melhor tratamento para sua bexiga hiperativa.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível