Exercícios para protusão discal

Escrito por carolyn lawrence | Traduzido por a. araújo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Exercícios para protusão discal
Fazer exercícios com uma bola de fisioterapia pode ajudar a tratar do problema (Wavebreakmedia Ltd/Wavebreak Media/Getty Images)

A protusão discal pode ser dolorosa o bastante para paralisar uma pessoa, mas quem padece dessa condição ainda pode exercitar-se -- alguns exercícios podem ajudar a aliviar a dor ou até curar o disco enfraquecido.

Outras pessoas estão lendo

O que é a protusão de disco?

Uma protusão de disco é uma condição espinhal na qual a membrana protetora de um disco intervertebral é enfraquecida, fazendo com que o gel interior do disco a atravesse. Isso pode irritar os nervos ao redor da espinha e causar muito desconforto. Os discos dentro da espinha não têm nervos, portanto, a dor não é centrada neles: a pressão é exercida sobre os nervos ao redor da espinha, que são aqueles que ficam irritados, inflamados e doloridos.

Exercícios podem prover o fluxo de sangue e oxigênio que esses discos necessitam para serem curados. A dor e a irritação sentidas durante o exercício podem ser intensas, mas evitá-lo pode prolongar o processo de cura.

Exercícios para protusões discais

Embora seja recomendado a pacientes com protusões discais que evitem exercícios de alto impacto, vários exercícios que podem ser realizados para ajudar no processo de cura requerem uma bola de fisioterapia. Sente-se na bola e "quique" gentilmente por no máximo cinco minutos por dia. É um quique pequeno, apenas para ajudar o sangue a fluir para a área -- ajudando fisicamente o fluxo sanguíneo e melhorando o processo de cura.

Outro bom exercício para ajudar o processo é marchar sobre um trampolim; você pode usar um minitrampolim ou até um colchão. Marchar entre cinco e dez minutos por dia no trampolim poderá ajudar a fortalecer os músculos ao aumentar a estabilidade na área ferida. Além disso, o exercício também auxilia o fluxo sanguíneo.

Alongamentos para protusões discais

Também é importante incorporar alongamentos no regime de treinamento do paciente. O melhor exercício para a protusão de disco é a inclinação pélvica: inclinar o osso pélvico para frente e para trás poderá fortalecer os músculos das costas. Modifique esse alongamento deitando sobre o chão com os joelhos dobrados; incline o osso pélvico até que suas costas estejam pressionadas contra o solo. Mantenha a posição por cinco segundos e solte, arqueando a espinha até que a pelve incline-se para baixo. Repita e segure.

Para um alongamento mais intenso, fique de pé junto a uma parede, mantendo o lado do corpo afetado na direção oposta à da parede. Com os ombros contra a parede, incline o corpo. Esse alongamento ajuda a uniformizar o gel dentro do disco, impedindo-o de pressionar o nervo. Continuando esse tema, é possível também realizar o que é conhecido como postura da cobra. Deite de bruços e empurre o chão com seus antebraços, mantendo a posição por cinco segundos e soltando. Essa extensão também ajuda a uniformizar o gel.

Pacientes que sofrem de protusão discal devem lembrar de serem delicados no que se refere a ferimentos espinhais. Alongar demais e realizar muitas repetições até mesmo desses exercícios pode causar mais danos; portanto, sempre consulte um médico antes de iniciar qualquer programa de treinamento.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível