Exercícios para segurar a respiração debaixo d'água

Escrito por cade bartlett | Traduzido por juliana néris nakanejo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Exercícios para segurar a respiração debaixo d'água
O exercícios irão aumentar sua capacidade pulmonar (Creatas/Creatas/Getty Images)

Se alguém está competindo, realizando tarefas salva-vidas ou apenas mostrando para os amigos, prender a respiração debaixo d'água por longos períodos de tempo pode ser uma boa habilidade. Sem dúvida, essa habilidade seria apreciada no caso de ocorrer um inesperado incidente na água. Ela não é limitada a indivíduos especiais, mas pode ser adquirida por qualquer pessoa disposta a tentar.

Outras pessoas estão lendo

O básico

As duas maneiras básicas para aumentar a sua capacidade de prender a respiração debaixo de água são: 1) Aumentar a sua capacidade pulmonar, ou a quantidade de ar que de seus pulmões podem segurar; 2) Aumentar a eficiência do seu pulmão, ou quão bem eles usam o ar que têm. Entretanto, ambas as maneiras requerem autodisciplina e adesão, e não podem ser alcançadas apenas com alguns dias de esforço.

Capacidade pulmonar

A ideia por trás do aumento da capacidade pulmonar é que você está aumentando a elasticidade dos pulmões, permitindo-lhe segurar mais ar inicialmente antes do mergulho. O exercícios irão aumentar sua capacidade pulmonar. Um exercício é inspirar o ar o máximo possível, e então tentar "puxar" mais e mais ar, até que você não possa prender a respiração por mais tempo, e solte-o. Faça isso cerca de três vezes consecutivas, de manhã e à noite. Outra maneira de ajudar a aumentar a capacidade pulmonar é tocar um instrumento musical que você tenha que soprar, como uma trombeta.

Eficiência pulmonar

Você precisa respirar porque seu corpo precisa de oxigênio para o consumo e necessita remover o dióxido de carbono. Quanto mais o seu corpo tem que trabalhar em um dado momento, mais oxigênio é necessário e mais dióxido de carbono se desprende. Em cada batida do coração, mais oxigênio é colocado em sua corrente sanguínea, e o dióxido de carbono é retirado. As pessoas que mantêm seu coração em boa forma com exercícios cardiovasculares frequentes têm menos batimentos cardíacos por minuto. O corpo dessas pessoas não trabalha tanto para movimentar o oxigênio através da corrente sanguínea, e portanto, gasta menos oxigênio no processo.

Outros fatores e dicas

Certifique-se de que alguém está por perto, pois prender a respiração pode fazer você desmaiar. Uma grande parte de ser capaz de prender a respiração depende do que você está fazendo no momento, ou um pouco antes. Alguém que está simplesmente prendendo a respiração sob a água será capaz de fazê-lo por muito mais tempo do que alguém que está nadando e mergulhando cada vez mais fundo. Apenas para constar, nadar como em competição ou simplesmente nadar em voltas antes de ficar parado e prender a respiração irá aumentar a taxa de utilização de oxigênio, uma vez que o breve aumento de esforço irá aumentar a frequência cardíaca, e o uso do oxigênio com ela. Atividades antes e durante o ato de prender a respiração irão tornar mais difícil para não respirar. Espere o seu ritmo cardíaco cair antes. A profundidade também desempenha um papel em quanto tempo você pode permanecer sem respirar, pois quanto mais fundo for, mais pressão existirá nos seus pulmões, fazendo com que se sinta sem ar mais rapidamente. Antes de prender a respiração, inspire e expire profunda e completamente, mas não hiperventile. Faça isso para garantir que o corpo receba um bom suprimento de oxigênio na corrente sanguínea, permitindo que ele dure um pouco mais antes que tenha que usar o que está armazenado nos pulmões.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível