Exercícios vocais para acertar o tom

Escrito por mark morris | Traduzido por carolina rico
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Exercícios vocais para acertar o tom
Faça exercícios para acertar o tom (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Em primeiro lugar, não há necessidade de sentir vergonha ou inferioridade por ser parte deste processo. Algumas pessoas podem pegar tons ambientalmente ainda como crianças; algumas precisam aprender a fazê-lo intencionalmente depois de algum tempo. Praticamente ninguém é completamente incapaz de acertar um tom a um certo grau e a maioria das pessoas consegue desenvolver uma voz de canto aceitável com um pouco de trabalho. É como qualquer outras habilidade na vida: tomar algum tempo para focar nela geralmente traz resultados.

Outras pessoas estão lendo

Do começo

Comece ouvindo música com atenção. Música clássica, mesmo não sendo a favorita de todos, é o melhor estilo para treinamento do ouvido. Tente aprender os sons de diferentes instrumentos e tente pegar as partes deles na peça. Aprender a distinguir as qualidades do som como tom e timbre é o primeiro passo.

Este é um exercício simples para descobrir o tom: peça a alguém para que toque duas notas em sucessão em um piano ou teclado, tanto para cima quanto para baixo. Peça ao aprendiz que ouça as notas com os olhos fechados. Deixe que diga se acha que a segunda nota é mais aguda ou mais grave. Comece com notas que estejam separadas por dois ou mais tons, então notas com um tom de diferença e, finalmente, meios-tons. Faça isso por não mais do que 15 ou 20 minutos por dia. Depois de três ou quatro sessões, você notará que o aprendiz acertará imediatamente quase todas as vezes.

Próximo passo

Quando o aluno tornar-se proficiente em determinar se uma nota é mais aguda ou mais grave, toque uma única nota da oitava começando com o Dó central. Estas notas estarão tipicamente no alcance da maioria das vozes e são fáceis de ouvir. Peça ao aprendiz que cante a nota com sua própria voz. Repita o processo com cada nota fazendo anotações de quais notas ele conseguiu acertar na primeira ou segunda tentativa.

Usando estas notas, toque três escalas começando com as correspondências corretas e pedindo ao aprendiz para cantá-las com sua própria voz. Passos de bebê são essenciais, porque eles trazem uma sensação de realização. Ele pode cantar duas notas corretas inicialmente, mas logo serão três.

Continue a treinar de 15 a 20 minutos por dia. Certifique-se de que seja um tempo concentrado. Não o exceda até que o aprendiz tenha dominado a arte de acertar tons de forma consistente. Se houver uma nota especialmente definida, encontre uma música que repita a mesma nota frequentemente com uma melodia simples dentro de seu alcance.

Caso não consiga encontrar uma música que repete a nota, basta encontrar uma música que repita qualquer nota e utilizar um software de notação, como "Band in a Box", para transpor a peça de forma a repetir a nota que o aprendiz consegue cantar. Ensine a música e faça-o praticar até que possa cantar todas as notas de forma consistente.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível