Exercite as orações dependentes e independentes

Escrito por elaine harper | Traduzido por jesse mourao
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Exercite as orações dependentes e independentes
Praticar conceitos básicos das orações melhora a clareza em sua escrita (Jupiterimages/Comstock/Getty Images)

Construir orações independentes e dependentes e usá-las de forma adequada requer prática. Certifique-se de entender os conceitos dessas orações e como elas funcionam nas frases. Lembre-se que uma oração dependente não expressa uma ideia completa, mas uma oração independente sim. As orações dependentes não podem ficar sozinhas. Já as independentes são pensamentos completos e pode ficar sozinhas, a menos que estejam ligadas à outras orações independentes por meio de conjunções coordenativas ou ponto e vírgula.

Outras pessoas estão lendo

Identificando orações dependentes

Pratique a identificação de orações dependentes e independentes procurando por suas características especiais. Muitas vezes é possível identificar as orações dependentes pelas palavras marcadoras que aparecem no início das frases, como "porque", "embora", "apesar de" e "depois". Se a frase começa com uma dessas palavras, é provável que a oração seja dependente, porque não vai expressar uma ideia completa. Por exemplo: "Depois que eu encontrei minhas chaves" é uma oração dependente, porque você não sabe o que acontece depois que você encontrou as chaves.

Identificando orações independentes

Identifique as orações independentes localizando palavras marcadoras que aparecem no início das frases que sugerem que o resto da frase expressa um pensamento completo, como "coincidentemente", "portanto" e "além disso". Por exemplo: "Portanto, eu estudeis duas vezes mais para passar nessa prova" contém uma palavra marcadora que expressa um pensamento completo.

Às vezes, as orações dependentes e independentes não contêm palavras marcadoras. Leia a frase em voz alta e pergunte-se se ela tem um sentido completo, para categorizá-la de forma adequada.

Orações e vírgulas

Exercite a junção de orações dependentes e independentes por meio de vírgulas. Se você sempre se lembrar de acrescentar uma vírgula entre esses dois tipos de orações, você pode criar frases gramaticalmente corretas. As seguintes orações dependentes são separadas, mas ao acrescentá-las a uma oração independente, você cria ideias inteiras: "embora estivesse atrasado para a escola" e "como eu estava cheio". "Embora estivesse atrasado para a escola, cheguei a tempo". "Como eu estava cheio, não comi a sobremesa".

Exercite as orações dependentes e independentes
Vírgulas são ferramentas essenciais para se juntar orações independentes e dependentes (Comstock Images/Comstock/Getty Images)

Conjunções coordenativas e orações

Adicione uma conjunção coordenativa entre duas orações independentes para evitar erros gramaticais. Use diferentes conjunções para combinar comparações, contrastes ou informações adicionais dentro de duas ou mais orações independentes. As seguintes orações independentes tem sentido completo, mas através da inserção de uma conjunção entre elas, você cria ideias fluidas: "Eu comprei um bilhete de trem", "Eu fui até Nova York", "Eu queria assistir ao filme hoje à noite" e " Eu não queria ficar acordado até tarde". Por exemplo: "Eu comprei um bilhete de trem, e fui até Nova York". "Eu queria ver o filme hoje à noite , mas não queria ficar acordado até tarde".

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível