Exoftalmia após o tratamento da tireoide

Escrito por morgan richter | Traduzido por monica ferreira rocha lopes
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Exoftalmia após o tratamento da tireoide
Olhos irritados com exoftalmia geralmente retornam ao seu estado normal com o tempo

A exoftalmia, condição caracterizada por uma protuberância para fora da órbita do olho, é geralmente causada por distúrbios da tireoide. No entanto, os tratamentos de tireoide nem sempre curam essa condição. A exoftalmia relacionada com a tiroide pode agravar ou se desenvolver pela primeira vez depois da glândula ser destruída durante o tratamento.

Outras pessoas estão lendo

Identificação

Na exoftalmia, os tecidos atrás da órbita incham, forçando os olhos a sair para fora, expondo uma quantidade substancial da parte branca dos olhos. Em casos extremos, eles podem inchar muito impedindo que as pálpebras possam se fechar. O culpado mais comum por trás da exoftalmia é uma condição conhecida como doença de Graves, causada por uma hiperatividade da glândula tireoide. A exoftalmia pode permanecer após a doença de Graves ser controlada ou curada.

Características

Na doença de Graves, o sistema imunológico do organismo ataca a glândula tireoide, que por sua vez estimula a tireoide a produzir quantidades excessivas de hormônios. Isso pode causar problemas cardíacos, desequilíbrio do metabolismo, irritação da pele e exoftalmia. Cerca de metade de todas as pessoas que sofrem de Graves têm algum tipo de exoftalmia. Em alguns casos, a visão pode ficar embaçada ou dobrada e as úlceras podem se formar nas córneas. A exoftalmia como um sintoma de doença de Graves é conhecido como oftalmopatia de Graves.

Importância

Os médicos tratam a doença de Graves com medicamentos desenvolvidos para prevenir a tireoide de produzir hormônios, através da administração de iodo radioativo para destruir suas células ou através de uma cirurgia para remover o mau funcionamento da glândula completamente. No entanto, mesmo depois da glândula da tiroide ter sido controlada ou destruída, a exoftalmia ainda pode permanecer ou se desenvolver pela primeira vez após o término do tratamento. Isso ocorre porque a exoftalmia não é causada pela produção excessiva de hormônios, mas pelo anticorpo que ataca a tiroide e faz com que produza mais hormônios. Mesmo após os problemas com a tiroide terem sido eliminadas, o anticorpo pode permanecer no sistema.

Prevenção e solução

A exoftalmia relacionada a tireoide muitas vezes desaparece sozinha. O médico pode prescrever corticosteroides para reduzir o inchaço nas órbitas. Em casos graves, uma cirurgia nos músculos oculares ou remoção cirúrgica do osso entre os sinus e a órbita do olho podem ser necessárias para corrigir o problema.

Advertência

Como as condições da tireoide podem afetar o coração, pessoas que sofram da doença de Graves e tenham um batimento cardíaco irregular ou rápido devem procurar tratamento médico com urgência. A exoftalmia também pode ser causada por tumores atrás dos olhos ou uma infecção bacteriana grave, ambas potencialmente fatais.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível