Experimentos com bactérias em sala de aula

Escrito por henry francis | Traduzido por angela spada
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Experimentos com bactérias em sala de aula
Saúde e segurança são fundamentais ao realizar experimentos com bactérias (Ableimages/Lifesize/Getty Images)

Experimentos interessantes e educacionais envolvendo bactérias podem ser realizados com segurança e no conforto de uma sala de aula. Antes de conduzir em sua classe quaisquer experimentos que envolvam o uso de materiais perigosos, como substâncias químicas, certifique-se que você e seus alunos usem vestuários adequados de segurança durante todo o procedimento.

Outras pessoas estão lendo

Crescimento de bactérias

Faça o experimento em diferentes temperaturas para verificar como elas afetam o crescimento de bactérias no queijo. Sob supervisão, peça aos alunos para cortar um bloco de queijo cheddar em quatro pedaços de peso equivalente, pondo-os em quatro sacos com fechos de pressão (ziplock) iguais. Peça aos estudantes para escolher quatro ambientes com temperaturas diferentes para deixar os sacos, como freezer, geladeira, temperatura ambiente e nas proximidades de uma fonte de calor. Cada aluno deve encostar um termômetro aos sacos ziplock e observar o crescimento de bactérias, registrando a temperatura de suas amostras duas vezes ao dia por, no mínimo, cinco dias antes de fazer a comparação desses sacos para ver como a temperatura afetou o crescimento do mofo em cada um deles.

Crescimento de mofo no pão

Faça este experimento simples em sala de aula para mostrar aos estudantes que os esporos do mofo do pão, que uma forma de bactéria, podem ser encontrados quase em qualquer lugar. Cada estudante deve levar um cotonete e esfregá-lo sobre uma superfície empoeirada, antes de passá-lo na fatia de pão. Devem levar uma pipeta e pingar seis gotas de água da torneira sobre as diferentes partes da superfície do pão. Cada aluno põe o pão umedecido e sujo de poeira em um saco ziplock. Com a sua ajuda, devem cortar a parte de cima de uma embalagem vazia de leite, de papelão, e colocar dentro dela o saco ziplock, dobrar suas partes laterais, fazendo uma cobertura, e passar fita adesiva para providenciar vedação hermética. Peça aos alunos para deixar suas caixas de papelão em um local onde permaneçam intocadas, como num cantinho nos fundos da sala de aula, durante dois dias, antes de abri-las, e observar o crescimento de bactérias nos pães.

Bactérias orais em cães e seres humanos

Guie seus alunos na realização deste experimento com bactérias em sala de aula, em vez de deixá-los trabalhar sozinhos. Use cotonetes estéreis para colher amostras de bactérias das bocas de três cães diferentes e três voluntários humanos. Passe os cotonetes de cada participante em uma cultura de ágar em placas de Petri e etiquete-as de maneira clara para saber de qual doador, humano ou animal, é a amostra. Deixe as placas intocadas em ambiente escuro por 24 horas, antes de permitir a participação prática dos alunos na pesquisa. Instrua-os a pegar um novo cotonete estéril e a transferir as bactérias das culturas de ágar de cada placa para uma lâmina de microscópio. Os estudantes devem visualizar suas lâminas ao microscópio e nelas contar o número total de bactérias em um centímetro quadrado antes de tirar conclusões sobre as bactérias orais caninas e humanas.

Os microrganismos do solo afetam o crescimento da vida vegetal?

Forneça aos seus alunos duas xícaras de solo fertilizado para este experimento. Instrua-os a forrar uma assadeira com papel antiaderente e a espalhar nela, uniformemente, uma das xícaras de terra. Asse a amostra de solo durante três horas em um forno a 190,5 graus Celsius para esterilizar a terra. Deixe-a esfriar antes de devolvê-la aos alunos. Peça aos alunos para dividir a amostra de solo esterilizado na metade e ponha cada uma em uma xícara de plástico. Os estudantes também devem pegar a terra não assada, dividindo-a igualmente em duas xícaras de plástico. Peça-lhes para etiquetar suas xícaras e, em seguida, plante duas sementes de tomate em cada uma, deixando-as lado a lado em uma janela ensolarada. Os estudantes devem regá-las e observar diariamente as alterações em suas plantas.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível