Experimentos de respiração vegetal

Escrito por carrie perles Google | Traduzido por kelly isayama
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Experimentos de respiração vegetal
Árvores de florestas tropicais respiram oxigênio, que também é o gás da respiração humana (Don Smith/Photodisc/Getty Images)

É um equívoco comum o conceito de que os humanos respiram oxigênio e expiram dióxido de carbono enquanto as plantas respiram gás carbônico e expiram oxigênio. De fato, as plantas usam o dióxido de carbono para executar a fotossíntese, que converte a energia solar para a obtenção de energia para uso próprio. Contudo, para que as plantas de fato usem essa energia, elas respiram da mesma forma que os humanos, inspirando oxigênio e expirando gás carbônico. É possível explorar esse processo com vários experimentos semelhantes.

Outras pessoas estão lendo

As plantas respiram?

O experimento mais básico de respiração vegetal simplesmente demonstrará que as plantas respiram, assim produzindo dióxido de carbono. Para tentar esse experimento, será precisa água indicadora de repolho roxo, que muda de cor quando ácidos e bases são adicionados a ela. Ela fica vermelha quando se adiciona ácido e azul quando o acrescenta-se base. Despeje água de repolho roxo sobre uma pequena planta aquática em um tubo de ensaio, até que ela seja completamente coberta. Depois, embrulhe o tubo de ensaio em papel alumínio para criar um ambiente escuro. Depois de vários dias, será possível observar que a água mudou de cor porque o dióxido de carbono exalado interagiu com o líquido. Se for preciso transformar esse procedimento em um experimento autêntico, é possível criar um controle simplesmente embrulhando um tubo de ensaio contendo o indicador com papel alumínio.

Nota: pode-se usar uma sonda de oxigênio ao invés da água de indicador para esse experimento. Esse utensílio mede níveis de oxigênio na água que rodeia a planta. Isso pode indicar quanto oxigênio a planta usou durante o processo da respiração.

Claro e escuro

Esse experimento é construído do mesmo modo que o anterior e demonstra se a planta respira mais em ambientes escuros ou claros. Para demonstrar isso, acrescente outra variável ao colocar um tubo de ensaio não encapado, contendo os mesmos materiais, bem ao lado de um que esteja embrulhado pelo papel alumínio. Observe os dois tubos a cada 12 horas, mais ou menos, e compare as diferenças nas cores do indicador. Será possível observar que o tubo escuro mostra a presença de mais ácido carbônico (uma cor mais vermelha) que o tubo claro, porque as plantas respiram mais eficientemente no escuro que no claro, além de não realizarem absolutamente nenhuma fotossíntese.

Tamanhos e tipos de plantas

Também é possível fazer um experimento testando como o tamanho e o tipo de planta podem afetar a velocidade da respiração vegetal. Para fazer isso, use diferentes tipos de plantas aquáticas, ou diferentes tamanhos da mesma espécie, e use água de repolho roxo ou uma sonda de oxigênio para medir as diferentes taxas de respiração para cada planta. Certifique-se de acrescentar a mesma quantidade de água indicadora (ou água normal, se uma sonda estiver sendo usada) a cada planta, mesmo se elas forem de tamanhos diferentes.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível