Explicação da cirurgia de prolapso da bexiga

Escrito por brenda barron Google | Traduzido por juliana ferreira dos anjos
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Explicação da cirurgia de prolapso da bexiga
A cirurgia é o último recurso para melhorar a vida das mulheres que sofrem com o prolapso de bexiga (Jupiterimages/Polka Dot/Getty Images)

Um prolapso de bexiga é uma condição que pode prejudicar gravemente a sua vida e, enquanto algumas mulheres conseguem viver com ele, outras requerem a cirurgia a fim de seguir em frente e viver uma vida normal. A cirurgia é o último recurso para o prolapso de bexiga, mas é essencial para várias mulheres em evitar dor e complicações.

Outras pessoas estão lendo

Definição

Um prolapso de bexiga é também chamado de cistocele, fazendo com que a bexiga desça para o interior da vagina e provocando uma saliência na parede vaginal — e, em casos mais extremos ainda, uma protuberância que empurra a vagina para fora. Depois de esforços prolongados ou danos causados durante a menopausa por falta de estrógeno, a parede vaginal pode enfraquecer, causando a cistocele.

Por que a cirurgia é realizada?

A cirurgia para um prolapso de bexiga é necessária apenas quando a bexiga caiu muito para dentro da vagina. Se a protuberância for muito desconfortável, sangra ou provoca problemas como incontinência, infecção ou bloqueio no fluxo urinário, a cirurgia pode ser a única opção para reparar a parede vaginal e colocar a bexiga de volta ao seu devido lugar.

O procedimento

Normalmente, a cirurgia para um prolapso de bexiga envolve escorar a parede vaginal de alguma forma. A bexiga é empurrada para trás para a posição correta e, em seguida, a parede vaginal é suportada pela pressão dos músculos do pavimento pélvico. Alguns tecidos podem ter que ser removidos para restaurar a tonalidade adequada da vagina e, em alguns casos, o prolapso pode reaparecer, necessitando uma nova cirurgia — embora a cirurgia repetida geralmente não ser bem-sucedida.

Recuperação

Após a cirurgia de prolapso de bexiga, você poderá sentir tonturas por causa da anestesia geral, e esteja preparada para ficar no hospital por alguns dias. Você pode também ser equipada com um cateter quando for para casa, e a recuperação dura geralmente seis semanas ou mais. Você não deverá levantar nada pesado ou participar de atividades de esforço durante os três meses seguintes à cirurgia, pois o esforço ou trabalho pesado em qualquer momento após a cirurgia representa um pequeno risco para a recorrência do prolapso.

Riscos ou efeitos secundários

Como em qualquer cirurgia, a reparação de um prolapso de bexiga oferece alguns riscos e efeitos secundários. Por exemplo, a cirurgia pode causar danos à bexiga, infecção, dor durante o ato sexual, incontinência, retenção urinária ou fístula, que é uma abertura entre a uretra e a vagina ou entre a vagina e o reto.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível