on-load-remove-class="default-font">
×
Loading ...

Como explicar a pressão do prego em um experimento sobre bexiga de projeto de feira de ciências

Atualizado em 21 fevereiro, 2017

A ideia de que uma pessoa pode se deitar sobre uma cama de pregos data dos tempos antigos. Em algumas culturas, acreditava-se que essa prática fornecesse cura física e espiritual. Você pode aplicar o princípio existente por trás da cama de pregos em um projeto de ciências simples, envolvendo uma bexiga e alguns pregos. Você pode explicar como vários pregos não estouram a bexiga, através de demonstrações, recursos visuais e detalhes escritos ou orais relacionados à física da pressão.

Instruções

Experimento sobre a pressão dos pregos (Comstock Images/Comstock/Getty Images)
  1. Demonstre o experimento. Encha uma bexiga e cutuque-a com um prego afiado. O resultado é que ela irá estourar. Prepare uma tábua antecipadamente, na qual você tenha atravessado cerca de 50 pregos, todos com aproximadamente 0,6 cm de distância um do outro. Pressione gentilmente a bexiga sobre esses pregos para demonstrar como ela não estoura.

    Loading...
  2. Desenhe uma linha no centro de um pôster. Em um dos lados, desenhe um diagrama simples da bexiga com um prego abaixo dela. A ponta do prego deve estar encostando na bexiga. Desenhe uma linha apontando para cima, do prego para a bexiga. e escreve "pressão concentrada". No outro lado do pôster. desenhe uma bexiga com vários pregos abaixo dela. Os pregos devem estar lado a lado e com a ponta direcionada à superfície da bexiga. Desenhe uma seta saindo de cada prego e apontando para cima, e escreva "pressão espalhada".

  3. Escreva ou explique verbalmente o seguinte: Quando você pressiona uma bexiga contra um prego, toda a pressão do prego está concentrada em uma pequena área da bexiga, o que resulta no seu estouro. Quando você a pressiona contra vários pregos, ela não estoura porque a pressão está espalhada sobre uma grande área.

Loading...

O que você precisa

  • Bexigas
  • Pregos
  • Tábua
  • Martelo

Referências

Loading ...
Loading ...