Como extrair líquido das folhas de confrei

Escrito por caprice castano | Traduzido por ana carolina prado almeida
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como extrair líquido das folhas de confrei
O confrei é uma erva medicinal da qual pode-se criar um extrato recolhendo líquido das flores (Carole Gomez/Photodisc/Getty Images)

O Confrei, uma erva ornamental, também é um medicamento tradicional à base de plantas. Usado desde os tempos medievais como um agente de cura, muitos herbalistas ainda contam com essa erva para uma variedade de usos, como criar pomadas ou tinturas. Com folhas largas e eriçadas e pequenas flores que variam do branco ao roxo, o confrei está sempre prontamente disponível. Criar o seu próprio extrato de confrei é um processo simples.

Nível de dificuldade:
Moderadamente fácil

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Luvas de jardinagem
  • Tesouras de poda
  • Faca
  • Frasco de vidro com tampa
  • Plástico
  • Vodca de boa qualidade ou álcool de cereais
  • Azeite de oliva
  • Coador
  • Gaze
  • Garrafas de cor escura com tampas

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Colha o confrei no início do dia, logo após a seca do orvalho, mas antes que esteja calor. Esse é o momento em que as folhas das plantas estão em seu pico. Escolha folhas que estejam totalmente formadas e maduras, não envelhecidas ou danificadas. Apenas as folhas maduras são a melhor escolha, pois contêm os mais altos valores das propriedades que se está procurando e ainda não começaram a se a deteriorar.

  2. 2

    Corte folhas suficientes das plantas com a tesoura para fazer o seu extrato. Para uma quantidade bem pequena de extrato, pode-se coletar 30 gramas de folhas. É melhor criar um lote maior se for utilizar o extrato, mas não muito, para que não estrague. Você também poderá comprar folhas secas de confrei para fazer o extrato de outra maneira, embora o fresco seja preferível. Pode-se secar as folhas de confrei no final da temporada antes do inverno e armazená-las para essa finalidade.

  3. 3

    Pique as folhas com a faca. Um corte fino é melhor, já que permitirá que o líquido penetre nas folhas e libere todos os componentes da planta.

  4. 4

    Coloque o confrei no frasco de vidro. Para essa receita, o exemplo será de 30 gramas de confrei fresco ou 15 gramas de confrei seco em um frasco. Um frasco de conservas ou de extrato de tomate cuidadosamente lavado funciona bem. Ele deverá estar limpo, seco e esterilizado com água fervente antes de ser usado para um extrato puro.

  5. 5

    Cubra as folhas maceradas com 500 ml de líquido extraído. Para um extrato puro de tinturas, cataplasmas, chás ou cremes, use álcool de cereais ou vodca. Para a criação de uma pomada, use azeite de boa qualidade. A diferença estará no produto final que se está criando.

  6. 6

    Coloque plástico filme sobre a parte superior do frasco e, em seguida, tampe com cuidado. O plástico impedirá que o líquido escorra e manterá o extrato longe da tampa metálica e da contaminação. Agite o frasco vigorosamente e coloque-o em uma prateleira fresca, escura e seca. Não exponha o frasco à luz, pois isso deteriorará as folhas antes que ele esteja concluído.

  7. 7

    Deixe a mistura no frasco de duas a quatro semanas, agitando-a a cada dois ou três dias. Pode-se deixá-la assim por até seis semanas. Quanto mais se embebe, mais extrato a planta proverá, mas se demorar muito tempo o extrato se tornará rançoso.

  8. 8

    Escorra a mistura do seu frasco em uma peneira forrada com gaze. Duas camadas funcionam melhor para filtrar todos os pedaços de detritos ou sedimentos do extrato. Coe o líquido em uma garrafa de cor escura. O extrato não deverá ser exposto à luz, pois as propriedades se deteriorarão; portanto, uma garrafa âmbar ou marrom é a melhor escolha. Pode-se usar uma pequena garrafa com uma tampa, do tipo conta-gotas, ou uma maior se você preparou bastante extrato. Certifique-se de espremer cada líquido restante das folha para conseguir a maior quantidade dos elementos que se está procurando.

  9. 9

    Tampe as suas garrafas de extrato e coloque etiquetas com o nome da erva e a data. A fórmula trabalha diretamente em tinturas ou cataplasmas. O extrato de álcool pode ser utilizado em chás e outras receitas; o à base de óleo pode ser usado com outros ingredientes para fazer uma pomada sólida ou cremes.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível