Faça você mesmo a instalação de drywall

Escrito por shelly mcrae | Traduzido por josé fabián
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

O drywall é gesso coberto em folhas de papel. Ele foi inventado depois da Segunda Guerra Mundial e se tornou um material muito popular para construir paredes interiores em estruturas de todos os tipos. Após segurá-lo às colunas do prédio, você poderá aplicar primer e tinta ao drywall. O processo consiste em três fases, mas antes de começar, prepare suas ferramentas, materiais e a área da instalação.

Outras pessoas estão lendo

Ferramentas

Para instalar o drywall, você precisará de uma fita métrica, um lápis, um giz, uma faca para cortar bordas retas e um serrote de ponta para fazer formas irregulares. Também serão necessárias duas espátulas para drywall, uma de 15 cm e a outra de 25 cm. Podem usar-se um martelo e pregos para segurar as placas, mas isso também pode ser feito com parafusos e um aparafusador sem fio. Recomenda-se empregar uma máscara, proteção ocular e um capacete.

Materiais

Consiga a quantidade suficiente de drywall para cobrir a área, calculando um 10% adicional para cortes e correções de erros. O drywall é vendido em placas de um tamanho fixo (por exemplo, 120 x 240 cm).

Compre argamassa e fita para drywall. A primeira vem em forma de um pó que deve ser misturado com água. Também é possível usar uma versão pré-mesclada. Leia cuidadosamente as instruções do fabricante para obter a consistência certa para o material.

Adquira lixa e, se quiser, uma lixadeira elétrica.

Preparo

As placas de drywall são grandes e pesadas, portanto designe um espaço próximo à instalação para armazená-las.

Limpe a área da instalação e monte um espaço para cortar o drywall. Anote as posições da fiação e encanamentos dentro da parede. Busque e remova os parafusos e pregos das colunas.

Instalação

A primeira fase da instalação se conhece como "pendurar a rocha" e consiste em colocar as placas na parede, portanto é recomendável procurar ajuda. Enquanto duas pessoas seguram a placa no lugar desejado, anote as posições de tomadas e interruptores elétricos. A borda dela deve estar no centro da coluna e a seguinte deve ficar colada pela borda. Ao posicioná-la, segure-a à coluna da parede com pregos ou parafusos, deixando 20 a 25 cm de distância entre um e outro.

Aplicação de fita e argamassa

A segunda fase do processo de instalação de drywall é a fixação aplicando fita em todas as bordas. A fita para drywall é um material similar a uma malha com um lado adesivo. Aplique-a nas bordas, segurando o extremo na parte superior da união de duas placas e desenrolando o material lentamente. Aplique pressão com a palma da mão enquanto avança para baixo, removendo as bolhas e dobras.

Aplique a argamassa às uniões e sobre os pregos ou parafusos. Use no primeiro lugar a espátula menor e deixe que a primeira camada seque por 12 a 24 horas. Aplique uma nova camada com a espátula maior e deixe secar também. Sempre faça faixas grandes e uniformes.

Se for necessário aplicar mais argamassa, use uma espátula maior com cada nova camada. A regra para saber se faz falta mais material é aplicá-lo enquanto a malha da fita ainda seja visível.

Lixamento e acabamento

A fase final é lixar a argamassa e aplicar o acabamento. Para isso, você pode usar suas mãos ou uma lixadeira elétrica, que acelerará o trabalho mas criará mais poeira. Lixe as bordas e sobre os parafusos e repasse com um pano seco de algodão. Lixe novamente e limpe a área. Repita até que todas as áreas fiquem niveladas com o drywall.

Aplique à parede um acabamento liso ou texturado. Existem produtos que podem ser pulverizados e criam uma camada protetora sobre o drywall. Depois disso, poderá aplicar primer e tinta ou papel de parede.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível