Faça você mesmo um vaso de concreto leve

Escrito por contributing writer | Traduzido por eduardo dall agnol
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Faça você mesmo um vaso de concreto leve
Um vaso leve e natural que você mesmo poderá fazer (Jupiterimages/liquidlibrary/Getty Images)

Autênticas floreiras de pedra do velho mundo se tornaram cada vez mais populares no jardim. Mesmo bonitas, elas podem ser caras e difíceis de achar. Se você conseguir achar uma com preço justo, lembre-se de levar ajuda, já que o peso do vaso provavelmente excederá sua força para erguê-lo.

Uma alternativa é um cachepô leve ou feito de hipertufa. Novamente, esses itens podem ser adquiridos em viveiros ou lojas de jardinagem mas também são muito caros. Assim se você é do tipo "faça você mesmo", faz sentido criar sua própria floreira.

Vaso de hipertufa

Os materiais necessários são um molde, um pedaço de plástico, turfa de musgo sphagnum (tanto picado quanto em fibras), perlita e vermiculita, cimento, fibra de vidro triturada (para fortalecer o concreto), um recipiente grande e raso para misturar e lápis ou hastes de madeira de 9,5 mm. A maioria desse itens estão disponíveis em lojas de ferragens ou de material para construção. Fibra de vidro, tanto desfiada quanto em camadas, pode ser comprada em uma loja para barcos.

Primeiramente, escolha o molde para sua floreira. Ele poderá ser uma panela de plástico ou um recipiente de comida descartável, uma caixa de papelão ou areia molhada. Cubra o molde completamente usando um grande pedaço de plástico como um saco de lixo. Elimine o máximo de dobras no plástico que você conseguir. O seu vaso poderá ser feito pelo lado de dentro ou pelo lado de fora do molde, dependendo do molde e do tamanho final desejado. Vasos feitos no interior do molde terão uma superfície mais lisa, e aqueles feitos no lado exterior do molde terão uma textura mais rústica.

No recipiente para misturar, combine uma parte de turfa, uma parte de perlita ou vermiculita, duas partes de cimento e uma mão cheia de fibra. Adicione água o suficiente para transformar a mistura em uma textura firme e amanteigada. Ela deverá segurar a forma sem acumular água na superfície. Adicione água à mistura com cuidado, pois a diferença entre muita e pouca água é tão pequena quanto uma colher de chá.

Comece rebocando o molde com a mistura. Faça o fundo com 5 cm de espessura. Faça as laterais com 2,5 a 5 cm de espessura, quando mais grosso mais resistente ele será. Insira as hastes de madeira ou lápis no fundo para criar os furos de drenagem, deixe-os no lugar.

Ponha o vaso em um local seco, como uma garagem ou porão. Um local com sombra do quintal também deverá funcionar. Deixe-o secar por vários dias, borrifando a superfície levemente para deixá-la um pouco úmida. Deixe-o parado por mais dois dias antes de remover o molde. Remova os lápis ou haste de madeira para conferir se os furos continuam abertos. Neste momento, você poderá usar a criatividade e esculpir algo nas laterais ou usar uma escova dura para riscá-las e dar ao vaso uma textura um pouco mais rústica.

A secagem final deve durar mais uma ou quatro semanas, dependendo do clima. O seu vaso estará seco quando ele produzir um som oco ao dar batidas suaves.

Toques finais

Uma vez que seu vaso estiver seco, ele pode ser usado imediatamente e em suas condições atuais. Entretanto, é fácil adicionar um pouco de cor à floreira de várias maneiras. Tinta acrílica é a opção mais fácil e talvez a menos cara. Outros métodos incluem o uso de verniz à base de óleo misturado com um selante, que oferecem um acabamento final que é transparente e resistente ao clima. Para aqueles mais aventureiros, um verniz ácido para concreto vai criar um acabamento bonito e que permanecerá por anos para sua satisfação.

Não perca

Referências

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível