Como fazer uma carta de rescisão por motivo de doença

Escrito por kenneth w. michael wills | Traduzido por carla oliveira
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como fazer uma carta de rescisão por motivo de doença
Escrever uma carta de rescisão por motivo de doença requer tato e um planejamento cuidadoso (meeting room image by Oleg Kulakov from Fotolia.com)

Compor uma "agradável" carta de rescisão para um empregado doente requer tato, uma abordagem profissional e auxílio jurídico de um advogado qualificado. Pode haver casos em que o empregador deve tomar uma medida muito drástica. Por exemplo, se a doença de um funcionário ameaça a saúde dos colegas de trabalho ou clientes, como no caso de um preparador de alimentos que contraiu tuberculose, o empregador pode justificar a rescisão pela doença. A carta de rescisão deve ser escrita com muito tato e deve ser revisada por um advogado, se possível, antes de entregue. A comunicação escrita deve ser considerada como uma formalidade para o bem de documentação: um empregado doente merece um encontro em pessoa em relação à sua rescisão, sempre que possível.

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Registros
  • Documentação da doença do empregado

Lista completaMinimizar

Instruções

    Consulte o pessoal

  1. 1

    Fale com a gerência executiva e supervisores do funcionário em relação à doença do empregado e sua decisão de rescindir o empregado. Discuta se essa é a única opção e determine se a administração executiva e os supervisores apoiam a medida.

  2. 2

    Forneça a documentação da doença para ilustrar as suas preocupações e solicitar o apoio da gestão executiva e dos supervisores do funcionário sobre como proceder com o encerramento mediante os conselhos de um advogado.

  3. 3

    Consulte um advogado para determinar quais as leis podem ser aplicadas à doença deste empregado. Se um trabalhador é demitido e é posteriormente determinado que sua doença não afetou o trabalho e ele poderia ser acomodado, um processo civil, bem como uma possível ação legal do Departamento de Estado do Trabalho, podem ocorrer.

    Um advogado qualificado pode ajudar a esclarecer a lei e a verificar se a rescisão deste empregado particular é legal. Ele terá que rever os registros do empregado e toda a documentação disponível sobre a doença

    Prepare a carta

  1. 1

    Redija a carta descrevendo sua decisão. Explique como você chegou a ela e de que modo a manutenção do emprego colocaria em risco os outros no local de trabalho.

  2. 2

    Explicite, se possível, que existe a oportunidade de o empregado voltar a trabalhar com a empresa uma vez que ele se recupere da doença. Expresse seu sincero arrependimento e deseje que ele tenha uma rápida recuperação e sorte em seus futuros empreendimentos. Inclua todos os artigos legais que podem exigir a rescindir o empregado, se for o caso. Lembre-se que a carta de rescisão é um documento legal que confirma a demissão do empregado. Ela também fornece a documentação do processo que levou a essa medida, o que pode ser muito importante caso o empregado decida processar a empresa.

  3. 3

    Distribua um projeto de carta para o seu gerenciamento executivo e seu advogado para todas as edições e aprovação. Seu advogado em particular deve assegurar que a carta está em conformidade com todos os estatutos legais.

  4. 4

    Escreva a carta final, depois de receber o projeto editado do advogado e gestão executiva. Não ignore ou rejeite essas edições, pois isso poderia ter consequências jurídicas no futuro. Mantenha o projeto da carta com as edições no caso de você precisar dele no futuro.

    Entregue a carta

  1. 1

    Entre em contato com o empregado e organize uma reunião na primeira oportunidade. Lembre-se: se o empregado tem uma doença, ele pode ter outras questões prementes e não pode encontrá-lo de imediato, no entanto, uma reunião deve ser agendada o mais breve possível. Não entregue a notícia de rescisão por telefone, mas, sim, pessoalmente na reunião. Evite o processo antes de um feriado ou antes do fim de semana por uma questão de ética e consideração.

  2. 2

    Prepare-se para a reunião e mantenha, em primeiro lugar, sua mente no fato de que se trata de uma entrevista de saída. Pratique o que você vai dizer para o empregado e como você vai dizer. Prepare uma lista de todas as coisas que o empregado terá de retornar para a empresa em uma data futura e tenha uma testemunha para assistir a entrevista de saída.

  3. 3

    .

  4. 4

    Explique as prestações devidas ao empregado e entregue-o a cópia final da carta de rescisão no final da reunião. Ofereça qualquer assistência que o empregado pode precisar para limpar sua área de trabalho e deixar o local.

  5. 5

    Anote tudo o que aconteceu e foi dito durante a entrevista. Faça isso imediatamente após a reunião, assim você não se esquece de nada importante. Coloque suas notas em arquivo do empregado. Eles fazem parte do registro permanente.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível