Falando sério: como atribuir responsabilidades aos pequenos

Escrito por shannon philpott | Traduzido por lara scheffer
Falando sério: como atribuir responsabilidades aos pequenos
Deixe seus filhos tentarem realizar tarefas difíceis quando eles demonstrarem iniciativa (Kraig Scarbinsky/Photodisc/Getty Images)

É essencial descobrir a recompensa mais eficaz para cada criança ao delegar mais responsabilidades.

— Stacey Glaesmann, psicóloga profissional no Texas, EUA

Estabelecer rotinas é essencial para manter a ordem em casa. Mas como saber quando é a hora de mudar as coisas, dar mais liberdade aos seus filhos e aumentar as responsabilidades de cada membro da família? "Conforme as crianças crescem, existem dois possíveis erros: deixar que continuem crianças ou tentar fazê-las crescer rápido demais", diz Crystal Lutton, mãe de cinco filhos e autora do livro "Grace-Based Living" ("Uma Vida de Graças", em tradução livre). "Encontrar o equilíbrio para respeitar o tempo delas é algo muito importante." Se seus filhos parecem ficar entediados ou até mesmo se resistirem às tarefas domésticas, regras, mesadas e horário de ir dormir, talvez seja hora de reavaliar a rotina.

Preparando seu filho

Sua casa ficará muito mais organizada se você estiver disposta a reavaliar o que funciona diariamente. Mesmo que seu filho se saia super bem completando todas as tarefas domésticas do dia, talvez ele precise ser desafiado a ter mais responsabilidade.

Crystal recomenda dar às crianças oportunidades para demonstrar o que elas podem fazer.

"Às vezes, eu peço que elas façam algo para mim e vejo se elas conseguem", ela diz. "Se não conseguirem, tudo bem. Eu ajudo, mas muitas vezes acabo me surpreendendo".

Assim que as crianças começarem a demonstrar iniciativa, explica Crystal, é hora de sair do caminho.

"Não é preciso se ofender pela fase de 'eu faço sozinho'", diz. "Deixe que façam".

Lembretes da necessidade de mais responsabilidade também vão preparar seus filhos para deveres extras.

"Eu sempre digo aos meus filhos, 'Quando você conseguir, vai usar o penico, limpar seu quarto e guardar as compras'", conta Crystal.

O comportamento e a idade também ajudam a determinar quando é o momento de aumentar as responsabilidades e tarefas de seu filho. Crystal diz que fez isso quando seus filhos fizeram 5, 8 e 11 anos.

"Eu sei que é hora de aumentar as responsabilidades quando eles começam a 'tomar liberdade'. Muitas vezes, eles começam a se esconder e fazer algo inaceitável", ela diz. "É aí que sentamos e explicamos que eles ainda não estão prontos para tal privilégio, mas que seu comportamento mostra que eles estão prontos para mais liberdade".

A criança precisa entender que a única maneira de ganhar a liberdade para a qual está pronta é ter mais responsabilidades, explica Crystal.

"A responsabilidade fornece privilégios", ela diz. "Nós conversamos sobre algumas tarefas que eles podem começar a fazer e sobre algo que eles vão ganhar como privilégio devido a esse novo nível de responsabilidade".

Cobrando

Falando sério: como atribuir responsabilidades aos pequenos
As crianças podem começar a receber mesadas desde cedo (Jupiterimages/Goodshoot/Getty Images)

A maturidade também pode gerar outros ajustes, como a mesada que a criança recebe. Stephanie Coffin, especialista familiar no site Bellies, Babies & Beyond, acha que isso deve acontecer assim que a criança for fisicamente capaz de ajudar mais em casa.

"Ensinar às crianças que quanto mais elas trabalharem, maior será sua mesada é um objetivo inestimável para quando forem adultas", ela diz.

Antes de dar um aumento, Stephanie recomenda dar uma olhada no cenário geral. Por quanto tempo eles receberão a mesada? Será necessário dar um aumento a cada um ano ou dois? Quanto você poderá pagar em cinco anos?

Embora seus filhos devam realizar algumas tarefas sem recompensas em dinheiro, adicionar incentivos extras e aumentar a mesada por trabalhos mais pesados pode motivá-los a fazer mais coisas sem resistir. Stacey Glaesmann, uma psicóloga profissional do Texas, EUA, recomenda tornar as tarefas uma parte da rotina familiar normal desde cedo.

"Crianças pequenas geralmente querem ajudar a mãe ou o pai em casa", ela diz. "Este é um ótimo momento para introduzir o conceito de tarefas domésticas e começar a recompensar a criança com elogios por realizar as tarefas".

É natural que as crianças resistam às tarefas domésticas conforme cresçam. Este é outro motivo pelo qual Stacey acha que o hábito deve começar desde cedo.

"Para crianças maiores, é essencial descobrir qual a recompensa mais eficaz para cada criança ao aumentar as responsabilidades", explica. "Pode ser dinheiro, mas também ir a algum lugar ou visitar um amigo".

Hora de dormir

Falando sério: como atribuir responsabilidades aos pequenos
Deixar seu filho ficar acordado alguns minutos a mais a cada dia o ajuda a se adaptar (Thomas Northcut/Lifesize/Getty Images)

A hora de dormir pode ser um ponto de tensão se seu filho deseja mais liberdade. Stacey recomenda mudar o horário de dormir de acordo com sinais dados por seu filho.

"Se o pai estiver colocando a criança na cama em um horário e ela fica deitada acordada por mais uma hora, provavelmente é hora de deixar que fique acordada até mais tarde", ela diz. "Contudo, se a criança exibir maus comportamentos à noite, deixá-lo acordado até mais tarde só vai reforçar tal comportamento. Esta questão envolve muito o instinto dos pais".

Crystal diz que o comportamento e o nível de maturidade devem ser levados em conta ao decidir até que horas a criança pode ficar acordada.

"Se você começa a perceber que seu filho tem dificuldades para dormir ou acorda de manhã muito cedo, talvez deva tentar deixá-lo dormir um pouco mais tarde", ela diz.

Pode ser útil fazer um teste nos fins de semana. Se você deixar seu filho ficar acordado até mais tarde em uma sexta-feira ou sábado, acorde-o no mesmo horário que o acordaria para ir à escola e faça com que ele siga a rotina dos dias de aula.

"Você conseguirá perceber se seu filho está pronto para ficar acordado até mais tarde através de suas ações e atitudes durante o dia", explica Crystal.

Ajustar o horário de ir dormir lentamente também pode ajudar seu filho a se adaptar à sua liberdade recém-descoberta. "É útil começar a adiar o horário de ir dormir lentamente para ver como seu filho reage", diz Crystal. "Você saberá melhor se seu filho está mais cansado no dia seguinte e se seu horário de ir dormir deve ser constante".

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível