Mais
×

Como fazer fantasias para crianças em casa

Atualizado em 20 julho, 2017

Fazer fantasias criativas incentiva as crianças a participar de uma encenação dramática. Isso lhes permite experimentar diferentes papéis e situações que encontram em suas vidas diárias. Fantasias podem levar uma criança a um casamento, um chá da tarde ou o que ela sonhar. A versatilidade de roupas extravagantes torna a brincadeira ideal, seja qual for a fantasia. Você pode criar uma variedade de opções de vestidos combinando roupas velhas com alguns enfeites caseiros.

Instruções

Acessórios extravagantes inspiram brincadeiras criativas (Jupiterimages/Goodshoot/Getty Images)
  1. Pinte o prato de papel com a tinta preta e deixe secar. Corte o centro do prato deixando uma borda de 7,5 cm em torno dele. Enrole a cartolina em um cilindro e ajuste a parte inferior na abertura do prato de papel. Cole no lugar para criar uma cartola. Combine com a camisa e a gravata para formar a fantasia do seu menino.

  2. Para a menina, corte um retângulo da folha de papel velha medindo 6 m por 2 m. Cole uma flor artificial em um pino para criar um broche. Enrole o retângulo de tecido ao redor dos ombros da criança e prenda o broche.

  3. Corte longitudinalmente toda a extensão da cartolina em ziguezague. Cole as extremidades do papel para formar uma coroa. Decore com lantejoulas. Além disso, cole lantejoulas nas bordas dos óculos de sol para fazer um acessório para a fantasia. Adicione todos os outro acessórios que tiver à mão, como bolsas, luvas e cachecóis, para fornecer opções de fantasias extras.

Dicas

  • Verifique em lojas de segunda mão se possuem itens para preencher mais a fantasia.

O que você precisa

  • Prato de papel
  • Tinta preta
  • Cartolina preta
  • Tesoura
  • Cola
  • Camisa de manga comprida
  • Gravata em tamanho adulto
  • Folha velha
  • Fita métrica
  • Flor artificial
  • Alfinete de segurança
  • Óculos de sol
  • Lantejoulas
  • Cartolina amarela
Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article