Como os fatores abióticos e bióticos desfavoráveis ​​afetam uma espécie

Escrito por michael e carpenter | Traduzido por ricardo soares
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como os fatores abióticos e bióticos desfavoráveis ​​afetam uma espécie
As temperaturas mais quentes reduzem a quantidade de gelo na qual os ursos polares podem caçar (Tom Brakefield/Stockbyte/Getty Images)

A mudança é um fator fundamental para determinar se uma espécie vegetal ou animal sobrevive, emigra de um ambiente ou se extingue. As alterações vêm na forma de fatores bióticos e abióticos. Os abióticos incluem todos os itens não-vivos dentro de um ecossistema, como temperatura e precipitação. Os bióticos são todos os organismos vivos dentro de um ecossistema. Elementos abióticos ou bióticos desfavoráveis ​​podem ter consequências desastrosas para uma espécie.

Outras pessoas estão lendo

Fator abiótico: Mudanças Climáticas

Uma das maiores preocupações no ambiente é a mudança do clima, vista como um resultado do aumento de gases do efeito de estufa, como o dióxido de carbono na atmosfera. Estas alterações no clima representam um fator abiótico com impacto significativo sobre várias espécies. Por exemplo, o encolhimento das calotas de gelo, causado por temperaturas elevadas nas regiões polares, tem limitado o alcance para o urso polar caçar, que caça no gelo do mar à procura de focas. Se as calotas polares continuarem derretendo, o urso polar deverá adaptar-se ou será extinto.

Fator abiótico: Chuva ácida

Outro fator abiótico artificial aumentou a chuva ácida. Gases, como o dióxido de enxofre e óxido de nitrogênio, são liberados na atmosfera por indústrias que queimam combustíveis fósseis, incluindo o carvão e petróleo. Esses gases reagem com a água e oxigênio na atmosfera para criar a chuva ácida. Ela pode matar plantas e animais. As populações de peixes em lagos e rios podem diminuir devido ao aumento da acidez ou os níveis de pH da água, que não estão dentro dos limites aceitáveis ​​para o peixe.

Fator abiótico: Desastres naturais

Os desastres naturais, como terremotos, vulcões, incêndios, furacões e tsunamis, podem ter impactos significativos sobre as espécies. Esses desastres são difíceis de prever e podem destruir completamente ou alterar para sempre um ecossistema. Espécies que já estão ameaçadas de extinção podem não ser capazes de se recuperar de uma perda de habitat criada por essas forças. Em alguns casos, os desastres naturais podem criar barreiras em populações reprodutoras, o que pode resultar em novas espécies formadas, à medida que elas se adaptam a novos ambientes.

Fator biótico: Espécies Invasoras

O homem tornou-se um viajante ao redor do mundo e, em muitos casos, trouxe novas espécies para terras estrangeiras. Algumas vezes, isso foi de propósito e em outros acidentais. As espécies invasoras, que são plantas e animais que não são nativos de um ecossistema, podem competir com as espécies nativas por recursos, como alimento, e não ter predadores naturais para restringir a sua capacidade de produzir e prosperar. Elas podem forçar ou fazer com que espécies nativas sejam extintas.

Fator biótico: Competição

Todos os seres vivos devem competir por recursos. Em alguns ecossistemas, esses recursos podem variar de ano para ano. Por exemplo, as populações de coelho em uma floresta podem prosperar por um ano, e ter poucos filhos no próximo. Essas oscilações também podem afetar os predadores que se alimentam dessas presas, como lobos, raposas e corujas. Eles devem encontrar uma fonte alternativa de alimento ou correrão o risco de fome e morte.

Sucessão ecológica

Quando as mudanças nos fatores abióticos ou bióticos afetam todo um ecossistema, a sucessão ecológica ocorre. Ela acontece quando uma comunidade de organismos, como plantas ou animais, é substituída por outra. Um exemplo é um incêndio florestal. O fogo queima as espécies de árvores presentes na floresta e força a saída de muitas espécies de animais. Os animais, gramíneas e árvores que se restabelecem na área podem ser diferentes do que os anteriores ao fogo. Os fatores abióticos e bióticos que eram desfavoráveis ​​a um grupo de plantas e animais são adequados para os outros que tomam o seu lugar.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível