Os fatores que afetam o crescimento de bactérias em placas

Escrito por john brennan | Traduzido por daniel villarreal
Os fatores que afetam o crescimento de bactérias em placas
Sementeiras em placas devem ser preparadas adequadamente para assegurar que as bactérias se desenvolvam (Comstock Images/Comstock/Getty Images)

As placas de semeadura em laboratório contêm bactérias incorporadas em meio a ágar rico em nutrientes que são necessários para o seu crescimento. Os microbiologistas usam frequentemente sementeiras em placas para determinar quantas bactérias uma amostra contém. Uma variedade de fatores, tais como a temperatura, oxigênio, pH e disponibilidade de nutrientes adequados, ajudam a determinar se as bactérias irão crescer. Em última análise, a consideração mais importante são os diferentes tipos de bactérias, porque elas necessitam de condições distintas.

ph e temperatura

O pH ou acidez/alcalinidade é crucial. A maioria das bactérias desenvolvem-se apenas dentro de uma gama particular de pH, geralmente não mais do que uma unidade ou mais. Algumas bactérias preferem ambientes altamente alcalinos, enquanto outras gostam de soluções ácidas. A maioria delas, no entanto, gosta do pH neutro. A temperatura também varia entre as bactérias de acordo com as preferências. Algumas gostam do calor, como os termófilos que preferem temperaturas acima de 40 graus Celsius, enquanto os mesófilos preferem temperaturas mais moderadas, na faixa de 20 a 40 graus Celsius. Os psicrófilos preferem que a temperatura se mantenha entre -10 e 20 graus Celsius.

Oxigênio e força osmótica

O oxigênio é outro fator muito importante para se levar em consideração, pois algumas bactérias morrem sem ele, enquanto outras morrem com ele. O oxigênio é letal para as bactérias chamadas de anaeróbios obrigatórios. As bactérias aeróbicas, pelo contrário, precisam de oxigênio para viver e crescer. Já os anaeróbios facultativos são mais flexíveis, se ajustam ao seu ambiente e podem crescer com o oxigênio ou sem ele. O conteúdo de sais do meio também é importante. A maioria das bactérias pode tolerar níveis de sal moderados, mas morrer em altas concentrações. As bactérias halofílicas são um pouco mais incomuns e requerem altas concentrações de sal, pois morrerão sem ele.

Nutrição

Algumas bactérias são autótrofas, e assim como as plantas, fazem sua própria comida com luz solar e CO2. Outras bactérias são heterotróficas e precisam de açúcares ou alimentos no seu meio, que podem digerir. Independentemente de saber se são heterotróficas ou autotróficas, as bactérias precisam de outros nutrientes, como nitrogênio, enxofre, potássio e fósforo, que são os mesmos tipos de nutrientes que precisamos para o nosso crescimento, apesar de que algumas bactérias podem tirar proveito de diferentes formas químicas destes nutrientes .

Outros fatores

Assim como nós não somos capazes de sintetizar a vitamina C e devemos comer alimentos que contenham esse nutriente, algumas bactérias têm compostos que não são capazes de sintetizar e devem obtê-los a partir de seu ambiente. Algumas bactérias, por exemplo, requerem certos aminoácidos. Os oligoelementos, como o ferro e o zinco, são essenciais para o crescimento bacteriano. Como se pode ver, os requisitos para o crescimento em uma placa variam dependendo da espécie, por isso é importante entender as bactérias e saber do que elas precisam quando estamos tentando fazê-las crescer.

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível