on-load-remove-class="default-font">
×
Loading ...

Fatores econômicos da energia geotérmica

Atualizado em 17 abril, 2017

A energia geotérmica origina-se a partir do calor do magma no interior da terra. Ela é usada para aquecer a água do solo, produzir vapor e água quente que podem ser diretamente empregados no aquecimento doméstico e em diversas outras finalidade. Ela também pode ser usada para produzir energia elétrica. Em 2006, os EUA conduziram o mundo à uma capacidade geotérmica de 2800 MW. Outros países também exploram essa fonte de energia renovável, principalmente a Islândia, que obtém 78% das suas necessidades energéticas e 99% da sua eletricidade de fontes geotérmicas. A viabilidade econômica depende dos custos de capital, operação e manutenção e do valor da energia produzida.

Usinas geotérmicas e gêiseres usam o calor do magma para produzir água quente e vapor (geyser image by Dave from Fotolia.com)

Custos de capital

Pelo fato do combustível ser "gratuito" (por parte da natureza), os custos de capital iniciais da produção de energia geotérmica são sua despesa mais significativa. Esses custos incluem exploração para encontrar uma fonte viável, compra de terra, perfuração de poços de vapor, edifícios, geradores e turbinas. Os altos custos iniciais dão às unidades de combustíveis fósseis uma vantagem econômica sobre a geotérmica, mas se o custo unitário (custo nivelado) da energia gerada for considerado, a geotérmica tem mais vantagem sobre as fósseis e também comparada com outras fontes renováveis, como solar, eólica e nuclear.

Loading...

Custos operacionais e de manutenção

Os custos operacionais e de manutenção incluem salários e benefícios de funcionários, treinamento, equipamentos mecânicos e manutenção de hardware e software de fabricação. As usinas geotérmicas que funcionam com 90% da capacidade têm um custo operacional de R$ 0,95 por kWh (quilowatt-hora). Isso é um pouco menos do que para uma usina de carvão. Quando a usina trabalha com capacidade maior, o custo unitário de energia gerada aumenta. Por outro lado, os custos de manutenção e operação por unidade produzida tendem a diminuir à medida que aumenta o tamanho da usina, graças à uma maior eficiência devido à escala.

Valor da energia produzida

As previsões da U.S. Energy Information Administration sugerem que um barril de petróleo bruto custará R$ 288,88 em 2035, comparado ao valor de R$ 160,42 em 2010. A mesma agência prevê que a produção de 2035 permanecerá perto dos níveis atuais, mas a demanda aumentará de 19 para 22 milhões de barris por dia. Como o combustível fóssil quase dobrou em 25 anos, é uma suposição segura assumir que o valor de outra energia, como a geotérmica, também terá um aumento robusto de valor. Tanto fatores econômicos quanto ambientais fazem da energia geotérmica uma das alternativas mais atraentes para os combustíveis fósseis.

A USEIA prevê que um barril de petróleo custará R$ 288,00 em 2035 (diagramm image by Marvin Gerste from Fotolia.com)
Loading...

Referências

Recursos

Loading ...
Loading ...