Fatores que interferem na capacidade de julgamento

Escrito por dawn sutton | Traduzido por jose airton almeida neto
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Fatores que interferem na capacidade de julgamento
O abuso de substâncias é um fator que pode afetar o julgamento (Thinkstock/Comstock/Getty Images)

Exercer um bom julgamento significa estar apto a discernir bem respostas e ações apropriadas, tomando decisões eficientes quando a razão cognitiva não está enfraquecida. A capacidade de julgamento depende de um cérebro com funcionamento saudável, mas há vários fatores que podem prejudicar o julgamento de alguém. Entre esses fatores está o uso de drogas ou álcool e problemas de saúde física e mental.

Outras pessoas estão lendo

O álcool afeta o julgamento

Quando o álcool é ingerido, ele entra na corrente sanguínea e começa a prejudicar o funcionamento do cérebro, incluindo o julgamento. O álcool reduz o campo visual e interfere na capacidade de diferenciar as intensidades das luzes, tornando perigosa a direção de automóveis ou operação de máquinas sob efeito de bebida. A ingestão de álcool afeta o sistema de processamento de informações do cérebro. As pessoas que bebem estão inaptas a se concentrar na realização de tarefas que envolvem várias atividades ao mesmo tempo, como se manter olhando para frente, controlar de velocidade, permanecer dentro da faixa na estrada e sinalizar quando necessário.

O uso de drogas afeta o julgamento

As drogas afetam o cérebro e seu funcionamento, de modo que você não consegue pensar claramente ou praticar um bom julgamento. De acordo com o "National Institute on Drug Abuse" (Instituto Nacional contra o Abuso de Drogas), até fumar maconha afeta seu julgamento ao ponto de você não conseguir mais lembrar das coisas, prejudicar-se nas provas da escola ou até mesmo provocar um acidente de carro. O uso da maconha pode afetar as tomadas de decisões, de modo que você venha a se comportar de uma maneira que não faria normalmente. Isso inclui assumir riscos em relações sexuais ou ser passageiro de um carro cujo motorista está sob a influência de drogas ou álcool.

Problemas de saúde mental

Problemas de saúde mental podem afetar a capacidade de julgamento. Pessoas bastante depressivas, por exemplo, podem começar a acreditar que nunca ficarão curados e passar a pensar sobre o suicídio como a única saída. Na realidade, há tratamentos eficientes para melhorar o humor e a visão de mundo delas. Os pacientes que sofrem de esquizofrenia podem sofrer alucinações e paranoias que talvez alterem seus julgamentos e percepções.

Problemas físicos

Enfermidades como a demência sofrida pelos pacientes com Alzheimer podem afetar a capacidade de julgamento. O cérebro é alterado de uma forma que a pessoa fica impossibilitada de pensar normalmente e, consequentemente, exercer tarefas simples como não se vestir apropriadamente de acordo com o clima ou se comportar inapropriadamente em público. Outras doenças que podem afetar o julgamento são a doença de Huntington, o mal de Parkinson e a doença de Pick. Alguns tumores cerebrais também podem afetar a capacidade julgamento.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível