Fatos interessantes sobre a cidade de Nova Iorque

Escrito por tammy dray | Traduzido por rafael reis
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Fatos interessantes sobre a cidade de Nova Iorque
A cidade de Nova Iorque nunca deixa de surpreender com suas incríveis maravilhas modernas (New York City image by paolobenne from Fotolia.com)

Nova Iorque é uma cidade fascinante. Lar de um dos mais conhecidos marcos, como a Estátua da Liberdade e o Empire State, esta área geográfica é também diferente em muitas outras maneiras. De surpresas históricas à incríveis maravilhas modernas, a cidade de Nova Iorque nunca deixa de maravilhar.

Outras pessoas estão lendo

História

A história de Nova Iorque é cheia de fatos estranhos que parecem ser lendas, mas são 100 por cento verdadeiras. Por exemplo, Nova Iorque foi a capital dos Estados Unidos entre 1789 e 1790, durante o período em que George Washington foi eleito presidente. De fato, Washington serviu no Federal Hall, na área que é hoje o Wall Street, onde a constituição dos Estados Unidos foi ratificada e a carta de direitos dos cidadãos (Bill of Rights) foi redigida. Antes da cidade se tornar a capital da nação, sua população era de pouco mais de 30,000 habitantes, a Filadélfia era a maior cidade do país naquela época. Próximo ao ano de 1790, no entanto, a população de Nova Iorque aumentou para 49,447 colocando a cidade no topo da lista das mais populosas do país. Hoje Nova Iorque possui mais de 8 milhões de habitantes e duas vezes o tamanho da segunda cidade mais populosa do país, Los Angeles.

Opnião de especialista

A cidade de Nova Iorque é lar de muitos "primeiros" no país. A primeira pizzaria dos Estados Unidos foi aberta em Nova Iorque em 1895 por Gennaro Lombardi. O papel higiênico foi inventado por um morador de Nova Iorque, Joseph C. Gayetty em 1857. A cidade foi a primeira parada dos colonos no novo mundo, que colonizaram a área em 1600. Coney Island, no Brooklyn, é um dos mais antigos parques de diversões e lar de uma das mais antigas montanhas-russas de madeira, The Cyclone (O Ciclone). Coney Island ainda abriga uma das últimas feiras de exibições remanescentes no país, cheia de artistas assustadores, incomuns e curiosidades humanas.

Atrações

A cidade de Nova Iorque é lar de mais de 80 museus, o que abrange desde os melhores centros históricos e artísticos até funhouses extremamente peculiares. O Museu de História Natural, o MoMa (sigla em Inglês para "Museu de Arte Moderna") e o intrépido museu Sea-Air-Space (Montado a bordo de um porta-aviões de 274 m de altura) são os 3 lugares mais visitados da cidade, tanto por moradores locais quanto por turistas. No entanto, a cidade é também lar de museus únicos, como o Ellis Island Immigration Museum, que conta a história dos 12 milhões de imigrantes que chegaram de navio à ilha entre 1892 e 1954. Outros museus únicos incluem o Fire Museum, o American Museum of the Moving Image (que conta a história do cinema) e o New York Transit Museum (um museu situado num metrô). O local de nascimento de Theodore Roosevelt foi transformado em um museu e também é aberto a visitas.

Demografia

Nova Iorque é a cidade de maior diversidade cultural nos Estado Unidos, razão pela qual o termo "melting pot" (Caldeirão) foi criado (em um esforço para descrever a população mista na Baixa Manhattan). Hoje, 37 por cento da população da cidade é de origem estrangeira, o que faz de Nova Iorque a cidade dos EUA com o maior número de línguas faladas, 170. As maiores comunidades são as Judias (a maior do mundo fora de Israel), Dominicanas, Chinesas, Mexicanas e Russas. Em 1698, 74 anos depois de ser fundada, a cidade era lar de 4,937 habitantes. Hoje a cidade possui mais de 8 milhões, dos quais 26 por cento são Afro-americanos e Irlandeses, que já não são mais maioria entre as comunidades na cidade mas ainda possuem uma grande presença. Durante o século 19, Nova Iorque foi a principal porta de entrada de imigrantes que vinham da Europa para os Estados Unidos.

Transporte

Mais de 60 por cento dos moradores de Nova Iorque não possuem carro, uma porcentagem maior do que de qualquer outra cidade dos Estados Unidos. Isto torna o trasporte público não apenas conveniente como também indispensável na cidade. Com 468 estações, o sistema de metrôs de Nova Iorque é o maior do mundo e um dos poucos que continuam operando 24 horas por dia, 365 dias por ano. Completando o sistema de transporte público estão os ônibus (tanto locais quanto intermunicipais), um teleférico, uma balsa e um sistema de ferrovias que liga Nova Iorque com a cidade vizinha Nova Jersey. Mais de 100,000 pessoas vão de bicicleta para o trabalho todos os dias, fazendo de Nova Iorque a cidade mais energeticamente eficiente do país.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível