Fatos interessantes sobre hamsters

Escrito por dana griffin Google | Traduzido por liana fernandes
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Fatos interessantes sobre hamsters
Hamsters são bichinhos amigáveis e brincalhões (hamster image by cat from Fotolia.com)

Apesar de serem animais de estimação populares em muitos países, a domesticação dos hamsters é relativamente recente: foi apenas em 1930 que os hamster tornaram-se companheiros da família, quando um zoólogo encontrou uma mãe hamster e seus filhotes no deserto nos arredores de Alepo, na Síria. Esses roedores que cabem no bolso são dóceis e fáceis de cuidar.

Outras pessoas estão lendo

Origem

Nativos dos desertos asiáticos, os hamsters-sírios, como o próprio nome indica, são originários da Síria, enquanto o Hamster Roborovski - também conhecido como Anão Campbell - vem das estepes russas. Outras espécies de hamsters vêm da China e da Mongólia.

Nome

Hamsters carregam comida dentro de suas bochechas, o que levou ao seu nome, da palavra alemã "hamstern" (armazenar).

Traços físicos

O corpo de um hamster normalmente é "troncudo", com pernas fortes e pés largos. Suas bochechas caem sobre os ombros nos dois lados. São típicas as orelhas pequenas e pontudas e caudas curtas, embora possam haver pequenas diferenças entre as espécies. O hamster comum é o maior, chegando a medir mais de 30 cm, enquanto o Anão do deserto é o menor, medindo entre 7,5 cm a 10 cm. Hamsters são daltônicos e, portanto, possuem visão e percepção de profundidade ruins. Eles enxergam a uma distância de apenas 15 cm e, para compensa, possuem glândulas odoríferas nas costelas ou abdômen (dependendo da espécie) e deixam uma trilha de aroma para reencontrar o caminho da toca. Os dentes dos hamsters crescem durante toda sua vida.

Inteligência

Como outros animais domesticados, os hamsters reagem ao nome que recebem, se você ensiná-los. Eles lembram dos irmãos de ninhada e das mães. Se treinados, eles encontram comida e água e usam brinquedos.

Reprodução

Algumas hamsters fêmeas podem ter filhotes a partir de cinco semanas e dar ninhadas de 4 a 12 de cada vez. Machos são capazes de procriar a partir de 10 ou 14 semanas. Não é possível castrar ou esterilizar, portanto, para evitar que proliferem, separe os machos das fêmeas. A gestação dura entre 15 e 16 dias e os filhotes são desmamados a partir de 21 a 25 dias. A regulação da temperatura ajudar a determinar o sexo dos filhotes. Manter a fêmea mais aquecida resultará em mais machos, enquanto mantê-la em temperatura mais fresca produz mais fêmeas.

Uso científico

Relativamente livre de doenças, este roedor de rápida proliferação é útil para a ciência. Seu comportamento amigável e cuidado fácil os fazem populares entre pesquisadores. Por terem um sistema cardiovascular notavelmente semelhante ao dos humanos, pesquisadores muitas vezes usam hamsters em pesquisas cardiológicas.

Cuidado

Hamsters vivem entre dois e três anos e preferem as temperaturas em suas gaiolas entre 18º e 26º, e umidade relativa entre 40% e 70%. Estes pequenos roedores são mais ativos no crepúsculo (antes do nascer ou do pôr-do-sol), então brinque bastante com eles nestes horários. Hamsters gostam de labirintos e rodas (esteiras) para se exercitar.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível