Mais
×

Fatos sobre o Delta do Rio Nilo

O Delta do Rio Nilo é a área mais ao norte do Egito, onde o rio Nilo se divide e desemboca no Mar Mediterrâneo. Ganhou esse nome de geógrafos antigos que pensaram que a forma triangular da área lembrava a letra grega "Delta".

A região do Rio Nilo abriga um terço da população egípcia (Sunset over the Nile image by Cambo from Fotolia.com)

Identificação

O Delta do Nilo tem 160 km de extensão e cobre mais de 240 km de litoral. De acordo com o World Resources Institute, o Delta cobre apenas 2.5% da área total do Egito, porém mais de um terço da população total do Egito reside ali.

Inundação

A inundação anual do Rio Nilo traz solo fértil para a região. No entanto, períodos maiores de maré alta e seca destruiriam as plantações. Em 1970, a represa Aswan foi construída para regular as inundações.

Pântanos de papiro

O Delta do Nilo já foi conhecido pela abundância de pés de papiro pelas beiras. Os antigos Egípcios usavam o papiro como papel de escrita. Infelizmente, devido às mudanças ecológicas na região do Delta, o papiro já não é mais abundante como era antigamente.

Efeitos

O Delta do Nilo é uma parada importante para aves migratórias. De acordo com a World Wildlife Federation (WWF), aves marinhas como a gaivota-pequena (Lars minutus) e a gaivina-de-faces-brancas (Chlidonias hybrida) passam o inverno ali.

Curiosidade

Em 1799, a famosa Pedra de Rosetta foi descoberta na pequena vila de Rosetta, no Delta do Nilo. Esta pedra gravada foi a chave para decifrar os hieroglifos do antigo Egito.

Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article