Fatos sobre a pintura em seda batik

Escrito por allen cruthers | Traduzido por gabriela drumond
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Fatos sobre a pintura em seda batik
O batik pode ser usado para criar uma grande gama de efeitos (Polka Dot Images/Polka Dot/Getty Images)

Pinturas de seda batik são extraordinárias em sua diversidade e beleza. A seda batik existe desde os tempos antigos, e hoje pode ser encontrada em toda parte, do vestido tradicional da Indonésia até lenços e blusas de alta-costura. O batik é um processo trabalhoso, mas os efeitos que pode produzir foram admirados e procurados por séculos.

Outras pessoas estão lendo

Técnica Batik

A técnica básica para fazer batik é um processo resistente à tintura que se manteve inalterado durante séculos. Panos de seda ou algodão firmemente tecidos formam a base para o batik. Cera derretida é aplicada ao tecido usando um "decantador", um pequeno recipiente de cobre com um cabo de madeira e bico de bambu, através do qual flui a cera derretida. Uma vez que a cera endurece, o pano é pintado com tinta. As áreas pintadas de cera resistem ao corante e ficam brancas; as áreas sem cera aceitam a tinta e são coloridas. O processo pode ser repetido para adicionar camadas de cor e áreas de cera resistentes.

História do batik

O tecido batik tem raízes antigas. Os primeiros exemplos conhecidos de tingimento com cera resistente datam de 500 d.C e se originam no Oriente Médio e no Egito. A técnica rapidamente se espalhou para o leste, para Índia, China, Japão e Indonésia.

Apesar de muitos países, especialmente a Índia, produzirem grandes quantidades de tecido tingidos com o método batik, o lugar de honra deve ser dado aos famosos batiks da Indonésia. Pensa-se que a técnica do batik deve ter atingido a Indonésia em torno de 800 d.C, e os artistas da Indonésia, posteriormente, desenvolveram o batik ao mais alto nível de beleza e complexidade. Quando os holandeses desenvolveram as rotas comerciais entre a Europa e a Indonésia, no século XVII, o pano batik se tornou um item valioso do comércio, e o batik da Indonésia tornou-se famoso no mundo inteiro.

Batik na Indonésia

Acredita-se que as primeiras sedas batik da Indonésia foram reservadas para a realeza javanesa. Ao longo do tempo, as técnicas de tingimento batik foram difundidas para as pessoas comuns, embora alguns designs tenham permanecido à competência exclusiva da nobreza durante séculos. O batik indonésio tradicional utilizava um espectro e uma ordem de cores de tintura específicos. A primeira e mais importante tinta era a azul, feita a partir da planta índigo. A duração da imersão determinava a profundidade e o tom da cor azul. O segundo corante aplicado era o marrom, variando de um castanho profundo para um amarelo claro, e derivado da casca da árvore de soga. A tintura final aplicada era de um vermelho escuro chamado "mengkuda". Tintureiros especialistas podem criar todo um arco-íris de cores através da mistura destes três corantes em várias proporções.

Designs dos batiks tradicionais

Os designs tradicionais de seda batik variam de motivos orgânicos representativos a desenhos geométricos abstratos. Alguns dos motivos orgânicos mais populares e antigos representam flores de bambu, a crosta de arroz cozido, flores de hibiscos e orquídeas. Alguns desenhos geométricos têm sido utilizados desde o século XIII - principalmente o "kawung", um desenho feito de círculos interligados. Certos designs batik ainda estão reservados para o sultão e sua família, e outros são usados ​​apenas por noivas e noivos.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível