on-load-remove-class="default-font">
×
Loading ...

Fatos sobre as vértebras das girafas

Atualizado em 19 julho, 2017

Com quase seis metros de altura, as girafas têm pescoços compridos que permitem que esses animais nativos da África alcancem o topo das árvores, para conseguir alimento. Mesmo assim, o pescoço da girafa tem apenas sete vértebras, que é mesma quantidade que a maioria dos outros mamíferos tem. Os longos pescoços das girafas, preenchidos com poucos ossos, fizeram com que elas desenvolvessem algumas características anatômicas únicas.

O pescoço comprido da girafa faz dela o animal mais alto do mundo (giraffe image by antoine perroud from Fotolia.com)

Sobre as vértebras

As vértebras são os ossos individuais que correm ao longo das costas. Esses ossos suportam e protegem a medula espinhal, que envia informações do cérebro para os nervos espalhados pelo corpo. As vértebras também ligam o torso e a caixa torácica aos ossos do quadril.

Loading...
Vértebras individuais formam a espinha dorsal (thorax image by Goran Bogicevic from Fotolia.com)

As vértebras das girafas

Apesar do tamanho, o pescoço das girafas tem a mesma quantidade de vértebras que o pescoço humano: sete. Na verdade, a maioria dos mamíferos tem isso em comum.

As girafas e a maioria dos outros mamíferos têm sete vértebras no pescoço (giraffe image by Fotocie from Fotolia.com)

O pescoço único da girafa

Cada vértebra no pescoço das girafas pode ter até 25 cm de comprimento. Somados, esses sete ossos, junto com a cabeça, podem pesar até 280 quilos. Para suportar esse peso tremendo, as girafas desenvolveram vértebras únicas que se encaixam como articulações do tipo esferoide (os humanos têm esse tipo de articulação nos ombros). As vértebras humanas, por outro lado, são ligadas na frente e atrás, o que limita os movimentos.

A estrutura das vértebras das girafas permitem que o pescoço delas se movimente em quase qualquer direção (earl and giraffe image by Earl Robbins from Fotolia.com)

Locomoção

Para carregar os 280 quilos do pescoço e da cabeça, as girafas se locomovem diferentemente dos outros mamíferos. Os passos delas são um movimento lateral, com as pernas de um dos lados se movendo juntas. Quando uma girafa dá um passo, a cabeça dela balança para frente e para trás, para que o peso seja suportado ao longo da passada. O pescoço atua como o centro de gravidade da girafa.

As pernas de cada lado do corpo das girafas se movem juntas (giraffe image by Admirable from Fotolia.com)

O fluxo de sangue até a cabeça

Outra consequência do pescoço comprido envolve o fluxo de sangue até a cabeça. As girafas têm a pressão sanguínea muito mais alta do que a dos humanos, quase o dobro, para que o sangue seja bombeado até essa longuíssima extremidade. Além disso, as girafas têm corações maiores, o que também ajuda a manter o sangue fluindo adequadamente, e válvulas especiais nos vasos sanguíneos, que mantêm a pressão sanguínea em um nível adequado, mesmo quando elas levantam ou abaixam a cabeça de repente.

As girafas podem se abaixar sem que todo o sangue delas vá para a cabeça (Giraffe image by Nastik921 from Fotolia.com)
Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...