Como o favoritismo no local de trabalho afeta os outros empregados?

Escrito por morgan rush | Traduzido por carlos nascimento
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como o favoritismo no local de trabalho afeta os outros empregados?
O tratamento preferencial a determinados empregados leva à inveja e ressentimento (Polka Dot Images/Polka Dot/Getty Images)

Os funcionários podem ser profissionais, qualificados e com experiência, mas eles ainda são humanos e suscetíveis a emoções que seriam melhor se deixadas fora do ambiente de trabalho. Ciúmes, raiva, medo, mau humor e preocupação podem ocorrer nos ambientes de negócios, em qualquer dia, mas essas emoções negativas são exacerbadas quando ocorre favoritismo. Antes de ceder ao favoritismo no local de trabalho, considere como as suas ações podem afetar os outros funcionários.

Outras pessoas estão lendo

Favoritismo

O favoritismo no ambiente de trabalho significa dar tratamento preferencial a um ou mais empregados. Esse tratamento preferencial pode ser intencional. Por exemplo, um empregador pode atribuir as responsabilidades escolhidas para o trabalhador veterano ou um iniciante preferido, explicando que suas habilidades justificam a atenção e tarefas extras. Mas também pode ser inconsciente; por exemplo, os empregados podem perceber que um supervisor, mais velho e do sexo masculino, parece tratar as jovens trabalhadoras com sorrisos simpáticos e encorajamento, enquanto ignora os trabalhadores do sexo masculino nos corredores.

Ressentimento

Um dos principais efeitos do favoritismo no local de trabalho, sobre os funcionários, é o ressentimento. Os trabalhadores sentem que não importa o quanto trabalhem, os funcionários preferenciais irão sempre obter os melhores benefícios, mais atenção, e maiores oportunidades. Eles muitas vezes se ressentem com o trabalhador especial, tratando-o com grosseria e fofocando sobre as possíveis razões para o tratamento preferencial. Os funcionários também se ressentem com seu empregador, tornando-se menos dispostos a participar ativamente da missão da empresa.

Menor motivação

Se os funcionários sentirem que estão sendo deixados para trás no que diz respeito a novas responsabilidades ou promoções, porque todos as melhores oportunidades estão sendo canalizadas para os trabalhadores favoritos, isso resultará em menor motivação. Eles relaxam, têm menos cuidado com suas funções e se tornam mais relutantes em se voluntariar para tarefas adicionais. Isso resulta em menor produtividade, perda dos prazos e reduz a moral de todos.

Litígio

Algumas vezes, os funcionários tomam medidas legais contra os empregadores que praticam favoritismo flagrante, citando um tratamento preferencial com base no sexo ou etnia. Se o favoritismo no local de trabalho é generalizado, por exemplo, um empregador oferece um tratamento preferencial aos trabalhadores com base em favores sexuais, os funcionários poderiam citar um ambiente de trabalho hostil. Isso pode levar a graves repercussões, incluindo as multas judiciais, restituição de prêmios e perda da reputação profissional.

Passos

Se você for um empregador envolvido em um tratamento preferencial de seus funcionários, é hora de parar. Os sinais de que está promovendo favoritismo incluem: passar tempo extra com os funcionários preferenciais, fazer vista grossa para erros cometidos por eles e atribuição de regalias porque gosta deles. Se você for um funcionário trabalhando em um ambiente onde o chefe está praticando favoritismo, verifique suas impressões, procurando por exemplos específicos de tratamento preferencial. Uma vez que você confirmar que este é um problema no seu local de trabalho, visite o departamento pessoal com os seus exemplos. Explique a situação, de uma forma concisa, profissional; isso dará mais credibilidade, tenha o cuidado em não fazer acusações precipitadas.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível