Mais
×

Febre e vômito em gatos

Atualizado em 21 novembro, 2016

Quando vômitos e febre acometem um gato, atenção rápida e cuidados podem assegurar a saúde e longevidade do animal. Esses sintomas podem encobrir um problema facilmente consertável ou revelar uma condição médica mais complicada. Monitore seu gatinho cuidadosamente se ele sofrer de febre e vômitos, especialmente se também tiver outros sintomas adicionais.

Escreva os sintomas que observar e chame o veterinário quando necessário (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Causas

Os gatinhos podem desenvolver doenças por inúmeras razões. Às vezes, podem vomitar e mostrar sintomas como chorar de dor. Tanto febre quanto vômitos podem resultar de gripes ou outro vírus. Gatos jovens geralmente vomitam quando comem muito ou muito rapidamente. Não introduza alimentos secos até que o gato tenha mamado leite materno por pelo menos seis semanas. Se o gatinho vomitar, ele pode precisar continuar no leite por mais tempo, para que seu sistema digestivo possa se desenvolver mais. Vermes, obstruções e outras condições sérias também podem causar os sintomas, então leve o animal ao veterinário se os sintomas persistirem. O site PetEducation.com sugere chamar o veterinário se você notar sangue no vômito, diarreia, dores ou febres combinadas aos vômitos. Outras razões para levá-lo a uma consulta incluem vômito juntamente com gengivas amareladas, abdômen inchado ou se o gato estiver tentando vomitar, mas nada sair.

Prevenção

Às vezes, você pode prevenir o vômito e a febre nos gatinhos tomando precauções extras antes de nascerem. Leve a mãe ao veterinário para livrá-la de vermes, pulgas e outros problemas de saúde durante a gravidez. Dê a ela bastante comida e água, e mantenha sua caminha e a caixinha de areia limpas o tempo todo. Não deixe que ela saia e pegue vírus que possam ser passados aos filhotes. Trate-a rapidamente ao surgir qualquer sinal de doença antes e depois do nascimento dos gatinhos.

Tratamento

O tratamento para o vômito e a febre nos gatinhos varia, dependendo da causa. Às vezes é fácil encontrar a causa em casa, mas geralmente apenas um veterinário pode dar o diagnóstico correto. Exames de sangue e um exame cuidadoso podem ajudar o veterinário a encontrar a causa e prescrever tratamento, como vermífugos, antibióticos, dietas especiais ou, em casos raros, cirurgia, se o gato sofrer de uma obstrução intestinal.

Medidas adicionais de conforto

Tome algumas medidas adicionais para confortar o gato antes, durante e depois do tratamento. Segure e acaricie o gato e mantenha a área perto de sua cama limpa, além de trocar regularmente a areia. Acompanhe-o cuidadosamente para assegurar-se de que o tratamento está funcionando, e chame o veterinário se os sintomas piorarem. Um erro de diagnóstico pode ocorrer com qualquer animal, então leve-o novamente ao veterinário se a saúde não melhorar.

Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article