Como são feitas balas Jelly Belly?

Escrito por connie whiting | Traduzido por jéssica tabuti
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como são feitas balas Jelly Belly?
Conheça a produção das jujubas Jelly Belly (http://www.flickr.com)

Outras pessoas estão lendo

Criação do sabor

A criação das balas de goma Jelly Belly começam no laboratório da empresa. Químicos fazem experimentos, misturando os ingredientes básicos de jujubas, que são amido de alimentos, açúcar e xarope de milho, com ingredientes menores, como emulsificantes e corantes. Então, eles testam várias ideias de sabores, adicionando temperos para fazer pequenos lotes. As variedades de sabores são escolhidas com base em pesquisas-testes no mercado. Uma vez que os sabores ficam prontos, eles são enviados em limitadas áreas de teste de mercado para que as pessoas experimentem por um período limitado de tempo. Se a reação desses consumidores for positiva, o sabor é adicionado à linha de produto e vai para o processo de fabricação.

Como são feitas balas Jelly Belly?
As balas Jelly Belly passam por um processo de teste antes de serem inseridas no mercado

Cozimento

O centro da Jelly Belly é preparado dissolvendo os ingredientes em grandes cubas de fogão até se tornarem xarope. Ele é fervido até que a temperatura e a consistência desejada seja atingida. O sabor e as cores são canalizados para as cubas e misturados com o xarope. O resultado final é mantido na fase líquida, aguardando o próximo passo.

Impressão de amido

Impressão de amido é o processo que produz a forma tradicional da jujuba, embora seja um pouco menor que os outros, de acordo com o design exclusivo do Jelly Belly. A primeira máquina espalha amido de milho seco em grandes bandejas que cabem centenas de jujubas. Em seguida, uma máquina de moldagem amassa o amido de milho, criando um molde no qual o xarope quente em espera é jogado. Depois disso, as bandejas de doces são enviadas para uma sala de secagem, deixando o xarope endurecer nos moldes.

Tachos

Após a secagem, as jujubas são despejadas em grandes tachos de aço inoxidável. Esse processo, chamado de tachos, é quando as jujubas obtêm a sua casca durinha e esmaltada. Os tachos são circulares ou em formato de globo. Eles são ligados a um mecanismo de rotação que gira enquanto os últimos ingredientes são adicionados.

Adoçando

Enquanto as jujubas estão girando, açúcar e mais xarope aromatizante são despejados no tacho. Enquanto as balas rodam, cada vez mais o açúcar e o xarope se espalham e, eventualmente, cobrem o doce. A adição final ao Jelly Belly é um esmalte, adicionado uma vez que a cobertura está concluída. Depois disso, os doces são embalados de acordo com o sabor e distribuídos para varejistas em todo o país e para as lojas de Jelly Belly.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível