Ferramentas usadas por um paleontólogo

Escrito por rob mead | Traduzido por natalia peres
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Ferramentas usadas por um paleontólogo
Exemplo de fóssil extraído com o auxílio de ferramentas paleontológicas (dinosaur scull image by Daria Miroshnikova from Fotolia.com)

Paleontologia é o estudo da vida pré-histórica, e um paleontólogo passa sua carreira viajando para áreas de escavação onde arqueólogos chegaram a encontrar ossos de dinossauros fossilizados a fim de estudá-los. As ferramentas utilizadas pelo paleontólogo são projetados especificamente para que esses cientistas extraiam fósseis intactos da terra. Essas ferramentas também permitem que o paleontólogo examine os ossos de dinossauros sem danificá-los.

Outras pessoas estão lendo

Escriba de ar pneumático

Para limpar a lama em excesso, sujeira e outros materiais indesejáveis ​​de um fóssil que foi extraído de uma área de escavação, os paleontólogos usam um escriba de ar pneumático. Esta ferramenta tem normalmente de cerca de 20 centímetros de comprimento, pesa cerca de 1,2 kg e tem um tubo de 20 centímetros ligado a um compressor de ar. Quando o paleontólogo liga a ferramenta, o ar é liberado do bico da frente, fazendo com que a lama, sujeira e outros materiais sejam levados para fora das rachaduras sem danificar o fóssil. Isso permite que cientistas o examinem em detalhes.

PaleoBond

Uma vez que os ossos fossilizados têm uma tendência a quebrar facilmente, é essencial que um paleontólogo leve uma garrafa de cola PaleoBond já que ela passa de um local de escavação para o outro. Quando um fóssil ou um osso de dinossauro é rachado, o cientista pode aplicar um pouco desta forte substância azul na rachadura e repará-la sem causar descoloração do fóssil em si. Os paleontólogos também usam o PaleoBond como um modo de unir peças de fósseis que se quebraram devido aos séculos de exposição ao ar.

Serra de diamante

Para cortar o excesso de material dos ossos de dinossauros e fósseis depois de haver sido extraídos do poço de escavação, o paleontólogo pode usar uma serra de diamante. Estas serras podem ser pequenas e portáteis, permitindo que sejam carregadas facilmente para as áreas de escavação e que se possa limpar os ossos e fósseis no local. A lâmina da serra de diamante é muito mais fina do que uma lâmina de serra comum, reduzindo a possibilidade de danos aos ossos ou fósseis.

Alicate de cerâmica

Com um comprimento médio menor do que 20 centímetros, os alicates de cerâmica são ferramentas importantes para os paleontólogos, porque permitem que o cientista quebre as pedras que envolvem ossos de dinossauros antigos e fósseis vegetais sem danificá-los. Esta ferramenta se parece com um alicate comum, mas a cabeça da ferramenta inclui um cortador sem serra de 5 centímetros na frente, e os cabos levam esse cortador até a base de apoio de metal do outro lado da cabeça. Quando o paleontólogo aperta os cabos, o cortador sem serras quebra os restos de pedra, permitindo que o cientista remova o fóssil do espaço onde está inserido.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível