Ferro fundido versus alumínio fundido

Escrito por leah coghill | Traduzido por luciana p. s. lopes
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Ferro fundido versus alumínio fundido
Frigideiras de ferro fundido proporcionam um calor uniforme sem pontos quentes (Hot salad with squids and shrimps on frying pan image by Evgeny Berdjansky from Fotolia.com)

Tanto o ferro quanto o alumínio fundido têm seus prós e contras. O ferro fundido é utilizado há milênios, ao passo que o alumínio é uma inovação mais recente. Na época de Napoleão III, esse metal era mais valorizado do que o ouro. De acordo com a organização National Chemical Society, Napoleão exibia com orgulho uma coleção de instrumentos de cutelaria de alumínio e um chocalho para seu filho feito de ouro e desse metal.

Propriedades

O ferro fundido é usado para fazer panelas há mais de 2000 anos. Esse metal é apreciado por sua precisão e ausência de pontos quentes ou áreas de temperatura irregular. Entretanto, essa vantagem se perde se você cozinhar em um fogão elétrico, que oferecerá um aquecimento desigual e poderá empenar ou rachar as panelas de ferro fundido. Panelas mais antigas devem ser tratadas para que fiquem com um acabamento antiaderente.

O alumínio fundido é utilizado em panelas desde 1892, quando foi introduzido pela ALCOA. Esse metal pode passar pela anodização, que é um processo por meio do qual uma camada de alumínio oxidado e tratado eletroquimicamente é aplicada sobre o núcleo de alumínio fundido, vedando-o e garantindo que menos alumínio contamine os alimentos. Esse metal é leve e já sai da fábrica com um acabamento antiaderente, mas pode arranhar.

Manutenção

Panelas de ferro fundido, embora resistentes, ainda podem ser danificadas se não forem tratadas adequadamente. Nunca coloque líquido frio em uma panela quente, pois isso pode causar rachaduras irreparáveis. Até mesmo as menores áreas de ferrugem contaminarão seu alimento e modificarão o sabor. Esfregar uma panela com esponja de aço removerá a ferrugem e não danificará o metal.

Tome cuidado ao utilizar sal em uma panela de alumínio fundido, pois isso pode causar pequenas corrosões nela; o sal deve estar completamente dissolvido. A água calcária (rica em minerais) pode desbotar o alumínio fundido. Se isso acontecer, ferva alimentos acidíferos, como tomates e ruibarbo, na panela para recuperar a cor original do metal.

Como curar panelas de ferro fundido

Para tratar uma panela, o site What's Cooking America recomenda cobri-la com uma camada fina de óleo de cozinha e retirar o excesso com uma toalha de papel até que a superfície fique fosca. Coloque uma folha de papel alumínio no forno e a panela de cabeça para baixo sobre ela. Aqueça o forno a 260 °C de 30 a 60 minutos; resfrie a panela e repita, se necessário. A pequena quantidade de óleo que sobrar na superfície cria uma camada lisa, tornando a panela antiaderente. Para conservar essa camada naturalmente, utilize a panela com frequência. As panelas de alumínio fundido são quase sempre antiaderentes e não precisam de nenhum tratamento.

Custo e disponibilidade

Os consumidores precisam pensar nas vantagens e desvantagens de cada material quando forem comprar as panelas. O ferro fundido é resistente e dura por várias gerações se você souber conservá-lo, mas é mais difícil de encontrar e mais caro. O alumínio fundido ou anodizado é facilmente encontrado nas lojas de artigos para cozinha por um preço relativamente baixo, mas não é tão durável quando as de ferro, e arranha mais fácil.

Preocupação com a saúde

De acordo com a organização Health Canada, é muito pouco provável que a quantidade de ferro liberada de uma panela feita com esse material cause algum dano; menos de 20% da ingestão diária de ferro pode ser atribuída a esses utensílios. Embora tenham sido publicados muitos relatos sobre uma possível correlação entre a ingestão de alumínio e o mal de Alzheimer, nada foi comprovado. Panelas de alumínio contribuem com cerca de 1 a 2 mg de uma ingestão diária total de 10 mg desse metal, o que é considerado inofensivo. Entretanto, no caso de uma panela de alumínio deteriorado, a contaminação é maior em relação a uma panela bem conservada, e portanto, ela deve ser descartada.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível