Mais
×

Fibrocassoma e câncer de boca em cães

Atualizado em 21 novembro, 2016

Os cães podem desenvolver câncer em qualquer parte do corpo. O fibrossarcoma é um tipo de câncer que pode surgir na boca. Os cachorros com tumores ou com algum tipo de crescimento na boca ou gengiva devem ser examinados por um veterinário para determinar a presença do tumor.

Os cachorros podem desenvolver um tipo de câncer de boca chamado fibrossarcoma (the dog image by Alexey Khromushin from Fotolia.com)

Identificação

O fibrossarcoma é um tipo de câncer geralmente encontrado na boca de cachorros mais jovens. Esses tumores podem ser invasivos, mas apresentam uma pequena taxa de metástase, entre 10% e 20%. Esse tipo de câncer é mais frequente na mandíbula superior, porém, também pode ser encontrado nas inferiores. Os outros tipos de fibrossarcoma podem se desenvolver a partir de tecido conectivo do crânio, espinha, costelas e pélvis.

Sintomas

Os sintomas do fibrossarcoma e do câncer de boca nos cachorros podem incluir tumores visíveis nas gengivas e mandíbulas, mau hálito, perda de apetite, letargia e fatiga. Os animais com esse tipo de câncer podem apresentar sangramento ou hemorragia na boca e gengiva. Isso pode fazer com que o animal relute para se alimentar devido ao desconforto na boca.

Causas

Os veterinários não têm certeza da causa da formação do fibrossarcoma na boca dos cães. Esse tipo de tumor é relativamente raro e visto geralmente na boca de animais mais novos. No entanto, essa enfermidade pode atingir qualquer raça canina em qualquer idade.

Diagnóstico

O veterinário irá realizar um exame físico e oral no animal. Certos testes para diagnósticos, como um raio-x da área afetada, raio-x da caixa torácica, exame de urina, hemograma e um perfil bioquímico, podem ser úteis para confirmar o diagnóstico. Esses exames também podem servir para determinar o tipo de tumor presente e o estágio da doença.

Tratamento

A remoção cirúrgica é recomendada para o fibrossarcoma bucal. Segundo o site PetPlace.com, esse tipo de tumor geralmente exige a resseção (remoção) do osso atingido. O veterinário pode prescrever analgésicos, assim como radioterapia. A quimioterapia é usada apenas para tratar do tumor quando ele tiver se espalhado para outras partes do organismo.

Prognóstico

O prognóstico para cachorros com fibrossarcoma e câncer de boca geralmente é bom. Os cães que removem todo o tumor normalmente vivem em média um a dois anos após o tratamento, pois, de acordo com o site PetPlace.com, o tumor não se espalha rapidamente.

Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article